Taiwan registra caso de peste suína africana

PROBLEMA SE ESPALHANDO

Taiwan registra caso de peste suína africana

O porco morto foi encontrado boiando em 6 de novembro perto da ilha de Xiaojinmen
Por: -Leonardo Gottems
665 acessos

Um porco morto infectado com peste suína africana apareceu em Taiwan na semana passada, de acordo com um relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), que também registrou um novo surto na China continental e uma tentativa de transportar ilegalmente porcos infectados. O rebanho de porcos da China foi devastado pelo surto da doença, relatado pela primeira vez pelo governo em agosto do ano passado. 

Uma atualização sobre a crise da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), datada de quinta-feira, disse que o porco morto foi encontrado boiando em 6 de novembro perto da ilha de Xiaojinmen, em Taiwan, também conhecida como Lieyu, perto da província continental de Fujian. Ele disse que o porco deu positivo para o mesmo tipo de peste suína que causou estragos na China continental. 

A FAO disse que este é o primeiro porco morto flutuante relatado desde junho e observou que o último surto relatado em Fujian foi em dezembro passado. O relatório também documentou que um veículo que transportava ilegalmente leitões infectados pelas províncias foi interceptado no início de novembro em uma rodovia no município de Chongqing, no Sudoeste. 

Houve também um novo surto na província de Yunnan, sudoeste da China, este mês, informou a FAO, totalizando 163 surtos em 32 províncias e regiões. Pequim tem lutado para controlar a crise, que provocou os preços da carne suína. 

Segundo estatísticas oficiais, cerca de um milhão de porcos morreram desde o primeiro surto de peste suína em agosto passado, mas isso é considerado uma subestimação. Um criador de porcos disse à AFP no mês passado que alguns produtores afetados venderam silenciosamente ou descartaram porcos mortos em vez de declará-los ao governo. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink