Taques entrega projeto de incentivo ao algodão à Assembleia Legislativa com alterações

Agronegócio

Taques entrega projeto de incentivo ao algodão à Assembleia Legislativa com alterações

A Mensagem 95/2016 que trata das alterações e prorrogação do Proalmat foi entregue à Assembleia Legislativa do Estado
Por:
146 acessos

A Mensagem 95/2016 que trata das alterações e prorrogação do Programa de Incentivo ao Algodão de Mato Grosso (Proalmat) foi entregue à Assembleia Legislativa do Estado. O encaminhamento para o legislativo mato-grossense havia sido anunciado pelo governador Pedro Taques no dia 08 de dezembro durante a posse da nova diretoria da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa).

De acordo com o Governo do Estado, o Projeto de Lei 6.883, elaborado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec), tem como intuito prorrogar e atualizar o Proalmat. A Mensagem enviada para a Assembleia Legislativa visa aperfeiçoar as regras para concessão e prazo, baseadas na necessidade de atendimento das medidas fitossanitárias pelos produtores rurais beneficiários e regras de operacionalização, antes disciplinadas em regulamento do ICMS.

A Sedec pontua que a alteração é necessária diante a "crise que acomete o agronegócio, assim como toda economia do país, que experimenta baixos níveis de preços e elevados e crescentes gastos com o custeio agrícola".

O Proalmat foi criado em 1997 no Governo Dante de Oliveira e tem validade de dez anos, tendo sua última renovação em 2006. Desde a instituição do programa de incentivo a produção de algodão de Mato Grosso subiu de 2% para 65% de participação na produção nacional.

“Estamos trabalhando para transformar o Mato Grosso no estado desejado pela sociedade”, declarou o governador Pedro Taques durante a posse da nova diretoria da Ampa na última semana. Como o Agro Olhar destacou, Taques afirmou estar convencido da importância da cultura do algodão para a economia de Mato Grosso.

Hoje, Mato Grosso planta em torno de 600 mil hectares de algodão e tem a China, Indonésia, Coréia do Sul, Tailândia e Paquistão como principais clientes externos da fibra.

Os principais municípios produtores no estado são Campo Novo dos Parecis, Campo Verde, Sorriso, Primavera do Leste e Sapezal.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink