Tarde de Campo sobre bovinocultura de leite reúne cerca de 140 participantes em Erechim

Agronegócio

Tarde de Campo sobre bovinocultura de leite reúne cerca de 140 participantes em Erechim

A Tarde de Campo sobre atividade leiteira reuniu cerca de 140 participantes entre produtores, acadêmicos do curso de Agronomia da UFFS.
Por:
319 acessos

A Tarde de Campo sobre atividade leiteira reuniu cerca de 140 participantes entre produtores, acadêmicos do curso de Agronomia da Universidade Federal Fronteira Sul (UFFS) e professores da área, na propriedade da família Scariot, em Erechim, na quarta-feira (24/08). Em estações, técnicos da Emater/RS-Ascar e da Embrapa Trigo repassaram orientações sobre a implantação de forrageiras de inverno, silagem, solo e armazenagem de grãos.

O assistente técnico regional em Sistemas de Produção Animal, agrônomo Valmir Dartora orientou procedimentos para produzir, armazenar a silagem de forma correta para que o animal seja bem alimentado. "Toda a propriedade precisa ter feno para auxiliar na dieta nutricional do animal no período em que não há pastagens". Também chamou a atenção de que a silagem não substitui a fibra, sendo apenas um complemento alimentar. "A vaca precisa de uma dieta equilibrada para produzir mais leite".

Em outra estação, os técnicos Edgar Copatti, Claudio Kochhann e Adriano Szynkaruk, do Escritório Municipal de Erechim, acompanhados da estagiária em Agronomia, Lucivani Marquetto, repassaram informações sobre manejo do solo, importância da cobertura e da fertilidade do solo. No local, os técnicos demonstraram, por exemplo, ações que podem ajudar o solo a infiltrar e reter melhor a água e como a cobertura do solo, evitando a degradação, erosão e compactação do solo. Também foram repassadas orientações às vantagens do armazenamento de grãos na propriedade, tanto para alimentação animal como para comercialização. Kochhann observou que na região do Alto Uruguai mais de 500 produtores armazenam grãos em suas propriedades.

Everton Weber e Marcelo Klein, da Área de Transferência de Tecnologia da Embrapa Trigo, destacaram a importância do planejamento das pastagens e oferta de forrageiras como alternativas, principalmente para o "período do vazio outonal", quando há escassez de pastagens. A utilização de cereais de inverno de duplo-propósito na integração lavoura-pecuária. "Com ações bem planejadas pode aumentar em muito a produção leiteira diária". Neste contexto, destacou as vantagens dos cultivares BRS Tarumã que pode ser utilizadas como duplo propósito, ou seja, tanto para pastagem como para produção de grãos, além dos cultivares BRS Centauro e BRS Piquete. 

A família Scariot conta hoje com 30 animais e a intenção é aumentar o rebanho. Juliana observou que a família está construindo um ordenhadeira, "trabalhamos para melhorar a qualidade do rebanho". 

O evento foi promovido pela Emater/RS-Ascar, Embrapa Trigo, Agricoop, Cotrel e Cresol.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink