Tarso doa arroz gaúcho a refugiados palestinos e chega a Israel
CI
Agronegócio

Tarso doa arroz gaúcho a refugiados palestinos e chega a Israel

Governador busca investimentos e novos mercados para o RS
Por:
Governador busca investimentos e novos mercados para o RS

O governador Tarso Genro finalizou sua agenda de compromissos neste domingo na Palestina, onde passou dois dias. Pela manhã, esteve reunido com o ministro da Agricultura da Palestina, Mahmoud Al Habbach. O encontro ocorreu na cidade de Ramallah, onde foi firmado um protocolo de intenções com o Ministério da Agricultura local para ampliação do cultivo de oliveiras no Rio Grande do Sul.


Segundo o diretor da Emater/RS, Lino de David, técnicos do Ministério da Agricultura Palestina devem chegar ao RS em três meses para realizar a parceria. O grupo levará 36 variedades de oliveiras ao Estado. “O objetivo é verificar se estas mudas palestinas se adaptam ao solo e ao clima gaúcho”, disse. O Rio Grande do Sul possui apenas 600 hectares de produção de oliveiras, a maioria localizada na metade Sul do Estado.

De Ramallah, na Palestina, Tarso Genro e comitiva composta por empresários gaúchos prefeitos e deputados seguiram para Jerusalém Oriental – já em território israelita – para conhecer o campo de refugiados de Shuafat. No local vivem cerca de 22 mil palestinos.


Shuafat é um bairro de Jerusalém, mas se parece mais com um presídio a céu aberto. Duas particularidades o tornam tão peculiar: a ausência de serviços de luz, água e esgoto, e o muro de concreto armado que o separa do resto da cidade e que configura um campo de refugiados para os palestinos dessa cidade. “Qualquer pessoa que conhece um lugar como este realmente fica muito chocado”, disse o governador gaúcho, que caminhou pelo campo em companhia dos seguranças da Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados Palestinos.

Durante visita ao campo de Shuafat, Tarso Genro doou, em nome do governo federal, 11,5 mil toneladas de arroz para os refugiados palestinos, quantidade suficiente para garantir a alimentação das 22 mil pessoas durante um ano. Políticas sociais e educacionais, nos moldes do Brasil, também poderão ser colocadas em prática em um futuro próximo dentro do campo.


O diretor executivo da United Nations Relief and Works Agency for Palestine Refugees – UNWRA, Fillipo Grandi, agradeceu à população brasileira pela generosidade. ¨O Brasil está emergindo como um grande apoiador da UNWRA e esta doação é mais uma evidência deste apoio”, disse.

Tarso segue a sua agenda a partir desta segunda-feira em Israel, onde permanece até quinta-feira em busca de investimentos e novos mercados de trabalho para o Rio Grande do Sul. 

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.