TCMA inicia construção de complexo algodoeiro em MG
CI
Agronegócio

TCMA inicia construção de complexo algodoeiro em MG

A usina entrará em operação no início de julho na cidade de Uberlândia, com capacidade para industrializar 210t de algodão por dia
Por: -Sandra

A Tochiyuki Agropecuária Ltda (TCMA), empresa dedicada ao plantio de algodão e soja em Minas Gerais, Goiás e mais recentemente na Bahia, e à pecuária, no Estado do Tocantins, deu início nesta quinta-feira (22-03) à construção de um empreendimento industrial, de beneficiamento e comercialização de algodão, no município mineiro de Uberlândia. Previsto para estar totalmente concluído até 2009, o projeto incorpora além de usina, armazéns, silos e uma cooperativa de produtores.

De acordo com o executivo da TCMA, Takashi Murakami, o objetivo da empresa é ir além do beneficiamento e da comercialização de algodão. “A empresa quer incentivar os produtores a investirem nessa cultura”, afirma.

Os investimentos iniciais já somam R$ 6,5 milhões, incluindo a aquisição da área total de 349 mil metros quadrados (ou 34,95 ha), localizada no novo Distrito Industrial de Uberlândia. Até o final de todo o empreendimento, os investimentos serão da ordem de R$ 16 milhões em ativos fixos.

A usina entrará em operação no início de julho e terá a capacidade para industrializar, por dia, 210 toneladas de algodão em caroço e produzir 84 toneladas de algodão em pluma. A TCMA estima um faturamento em 2007 de R$ 17 milhões. Para 2008/09, já está prevista a expansão da capacidade instalada para industrialização de 460 toneladas/dia de algodão em caroço e produção de 184 toneladas/dia de algodão em pluma. O faturamento previsto para final de 2009 gira em torno de R$ 55 milhões, incluindo o resultado comercial da Cooperativa.

Como planos futuros, a empresa tem em mente trabalhar também com outras matérias-primas, como açúcar, soja e milho. “Mas vamos dar um passo de cada vez, porque se trata de um empreendimento que exige muita responsabilidade e uma gestão empresarial séria e coordenada”, declara o presidente, Edson Maeda. As informações são da assessoria de imprensa da TCMA.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink