Técnica “engana” culturas para ampliar produção

LABORATÓRIO

Técnica “engana” culturas para ampliar produção

"O resultados podem adaptar as culturas de diferentes espécies, em diferentes latitudes"
Por: -Leonardo Gottems
76 acessos

Pesquisadores do Instituto Leloir e do CONICET, na Argentina, conseguiram descrever como é integrada a informação de quatro genes que regulam o relógio biológico das plantas, o que poderia futuramente ampliar as áreas de produção agrícola. Com isso, os pesquisadores pretendem “enganar” as plantas para que elas cresçam de maneira normal em solos aos quais não estão acostumadas. 

"Nossos resultados podem ser úteis para se adaptar as culturas de diferentes espécies, em diferentes latitudes para as quais não estão acostumados e melhorar o seu desempenho," diz o Dr. Marcelo Yanovsky, diretor do Laboratório de Genómica de Plantas do Instituto Leloir (FIL) e pesquisador do CONICET. 

O novo estudo baseia-se em um trabalho anterior conduzido por Yanovsky, que revelou os papéis certos dos chamados genes LNK, um dos quais foi recentemente identificado como essencial para o tomate adaptado da América Central em latitudes mais altas que têm dias de verão com muito sol, como na América do Norte e na Europa. Agora, eles tentam modificar genes centrais do relógio biológico que modulam as respostas de crescimento da planta, dependendo dos sinais do meio ambiente.  

Quando todos os genes LNK estão "desligados", a resposta da planta à luz é exacerbada e o período do seu relógio atinge 28 horas. "É como se a planta ficasse parcialmente cega: cresce de forma descontrolada para capturar melhor esse recurso fundamental para sua vida", explicou. 

Os cientistas também têm feito um estudo detalhado da relação entre a atividade de genes LNK e controlada pelo relógio circadiano. Eles também estudaram seu comportamento em uma variedade de fotoperíodos que simulam o verão e o inverno. 


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink