Técnicos de usinas participam de atualização técnica em mosca-dos-estábulos

Agronegócio

Técnicos de usinas participam de atualização técnica em mosca-dos-estábulos

Nesta quarta-feira (26) acontece no auditório da Embrapa em Campo Grande (MS) a 7ª edição do workshop sobre mosca-dos-estábulos
Por:
270 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente
Obrigado por se cadastrar
  • Enviamos a você um email de boas vindas para ativação de seu cadastro.

Nesta quarta-feira (26) acontece no auditório da Embrapa em Campo Grande (MS) a 7ª edição do workshop sobre mosca-dos-estábulos. O evento é uma realização da Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul (Biosul) e da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Destinado aos técnicos de usinas de cana-de-açúcar localizadas no Estado, a iniciativa apresentará as principais e recentes recomendações da pesquisa para o controle do inseto e um panorama da situação atual.

Destaque também da programação é a participação do pesquisador Jose Arturo Solorzano do Instituto Nacional de Inovação e Transferência em Tecnologia Agropecuária da Costa Rica. Solorzano tem experiência com os surtos de mosca-dos-estábulos (Stomoxys calcitrans) na cultura do abacaxi. Coordenador de pesquisas nessa área em seu país, ele e sua equipe já testam, a campo, armadilhas e produtos no combate a Stomoxys calcitrans.

Para os pesquisadores Paulo Cançado e Thadeu Barros (Embrapa) é uma oportunidade não somente de conhecer o trabalho feito na Costa Rica, mas iniciar estudos em conjunto e ações globais. Em Mato Grosso do Sul, a atuação de combate à mosca se dá em diversas frentes simultaneamente. A pesquisa busca determinar momento e lugares certos para o combate mais eficaz. Novas técnicas e práticas são testadas e aprimoradas. Visitas a campo identificam focos e ajudam no combate e prevenção. É feito também um esforço de conscientização dos produtores, pecuária e setor sucronenergético, com workshops, visitas, publicação de cartilhas e livretos. Essa parceria entre as instituições tem trazido resultados, MS se tornou polo de destaque na pesquisa da Stomoxys calcitrans, servindo de referência para outros estados que também convivem com o problema.

Cançado ressalta, dessa forma, que difundir esse e outros conhecimentos é fundamental. "Envolver os técnicos na prevenção dos surtos faz a diferença, por isso a atualização é necessária, assim como conhecer quais alternativas já testaram. Quanto mais profissionais capacitarmos, mais comprometimento teremos", afirma. "Desde 2009 a Biosul participa e apoia o combate a essa praga. Dois aprendizados importantes: a força da parceria entre todos, única maneira de fazer esse combate eficiente; e a constante atualização com as melhores práticas. Esse 7º workshop cumprirá a tarefa de alinhar todas as nossas usinas (e de outros estados também) com o que há de mais moderno, preparando agentes multiplicadores para trabalhar no controle da Stomoxys calcitrans." Atualmente, Mato Grosso do Sul tem 20 unidades produzindo etanol, açúcar e bioleletricidade. 

Serviço:

Evento: 7º Workshop sobre Mosca-dos-Estábulos

Data: 26 de outubro de 2016, quarta-feira

Local: Embrapa Gado de Corte, avenida Rádio Maia, 830, Vila Popular

Informações: 3324-3499 e http://bit.ly/2dZwJCO


 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink