Técnicos do PR reforçam alerta para controle da ferrugem

Agronegócio

Técnicos do PR reforçam alerta para controle da ferrugem

Esta semana foram confirmados no PR os quatro primeiros casos do fungo
Por: -Redação
1 acessos

O número de focos de ferrugem asiática registrado até ontem (13-12) no Paraná, 1/3 dos casos identificados no mesmo período do ano passado, pode causar a falsa impressão de que a doença estaria menos agressiva no atual cultivo. Os pesquisadores acreditam que mais lavouras podem estar comprometidas. Primeiro, porque o clima quente e úmido que predomina na atual safra é propício à proliferação do fungo. Segundo, porque tem menos gente no campo monitorando a doença.

Esta semana foram confirmados os quatro primeiros casos de ataque do fungo em lavouras comerciais do estado, contra pelo menos 15 na safra anterior. Eles foram identificados pelo Sistema de Alerta, uma rede de informações gerenciada pela Embrapa Soja, de Londrina, em plantações de soja nos municípios de Nova Aurora (dois focos), Congoinhas e Pinhalão. Na atual safra foram informadas 11 ocorrências, sendo sete em plantas voluntárias (surgem de forma espontânea). Em igual período do exercício anterior foram 35 comunicados.

A pesquisadora Cláudia Godoy, da Embrapa, lembra que no ano passado as empresas de insumos chegaram a contratar técnicos temporários para fazer o acompanhamento da ferrugem, dentro da política de assistência pós-venda, inclusive em áreas sentinelas. Este ano essas equipes foram reduzidas, o que prejudica a identificação e comunicação de possíveis focos. A orientação é que o produtor intensifique as visitas na lavoura para monitorar de forma constante a plantação. Hoje muitos identificam e controlam a doença sozinhos, observa. Ela considera que, desde que o fungo começou a atingir essas regiões, em 2001, os produtores vêm se aperfeiçoando.

No Brasil:

Em todo o país são 58 casos até o momento: o maior número está em Goiás (15), seguido de Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul (11), Rondônia (4), São Paulo (3), Minas Gerais (2) e Rio Grande do Sul (1). No ano passado, o Paraná teve cerca de 250 casos e o Brasil, 1.409, conforme a Embrapa Soja.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink