Tecnologia permite rastreamento

Agronegócio

Tecnologia permite rastreamento

Tecnologia para qualificar o controle de processamento, distribuição e envase de alimentos chega ao mercado brasileiro ainda neste semestre
Por:
465 acessos

Tecnologia para qualificar o controle de processamento, distribuição e envase de alimentos chega ao mercado brasileiro ainda neste semestre. O Sistema de Rastreabilidade Ativa da Tetra Pak oferecerá à indústria embalagens que permitirão ao consumidor acessar na internet o histórico de cada produto. O código estará impresso nas caixinhas.

No caso do leite, será possível rastrear o caminho desde o tanque de resfriamento até a gôndola do supermercado. Em cinco anos, o sistema deve ser ampliado até propriedades de gado leiteiro, revelou ontem, em Porto Alegre, o presidente da Tetra Pak Brasil, Paulo Nigro.

Para a indústria, a vantagem será maior agilidade em eventuais problemas de qualidade. Seria possível detectar com rapidez lote com problema e retirá-lo do mercado.

A tecnologia tem preço. A implantação em laticínio que processe 200 mil litros por dia custará 200 mil dólares. Apesar disso, Nigro garantiu que o impacto sobre o preço da caixinha será irrisório. Ele acredita na adesão, em um primeiro momento, de "gigantes" do setor, e, posteriormente, das demais.

O secretário executivo do Sindilat, Darlan Palharini, especulou que o georreferenciamento em desenvolvimento no Estado, o Geoleite, poderia complementar a rastreabilidade da Tetra Pak. O mapeamento das informações deve ser concluído até o final de 2010, estimou o dirigente.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink