Tecnologias de baixo custo combatem estiagem
CI
Imagem: Divulgação Epagri
SOLUÇÕES

Tecnologias de baixo custo combatem estiagem

Ideias desenvolvidas em Santa Catarina tem ajudado na luta contra a seca
Por: -Eliza Maliszewski

Santa Catarina vive a pior estiagem em 15 anos e algumas tecnologias simples e de baixo custo podem fazer a diferença no combate à seca. O trabalho é desenvolvido pela Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri).

Uma delas é a proteção de fonte modelo Caxambu que surgiu no final da década de 1980 no município de Caxambu do Sul.  Daí vem o nome da tecnologia. Consiste na colocação ordenada dos materiais na fonte previamente limpa que faz a proteção do entorno, que deve ser isolado com cerca e mantido com vegetação para garantir a qualidade da água captada. Com isso a água se mantém de boa qualidade para humanos e animais.

A extensionista social Lilian Sbecker, que atua no escritório municipal da Epagri em Capão Alto, lembra que, quando se fala de estiagem, o que vem à cabeça são as perdas econômicas.  “Mas também acontecem prejuízos ao bem-estar e qualidade de vida das famílias, que se e obrigam ao uso de água sem qualidade e até contaminada. Por isso a Epagri vem protegendo fontes”, pondera.

Outra solução é o chamado carneiro hidráulico, que bombeia água sem uso de energia elétrica ou combustível de uma parte baixa para outra mais alta. O equipamento é de baixo custo. A tecnologia social, que é premiada nacionalmente, está difundida por todo o Estado.

*Com informações da Epagri


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink