Tecnologias desenvolvidas pela Embrapa são apresentadas durante Exponop

Agronegócio

Tecnologias desenvolvidas pela Embrapa são apresentadas durante Exponop

27ª Exponop acontece de 04 a 12 de junho
Por: -Joana
1250 acessos
No próximo sábado terá início em Sinop (MT) a 27ª Exponop, a principal feira agropecuária do Norte mato-grossense. Durante os nove dias de evento, os visitantes poderão conhecer uma série de tecnologias desenvolvidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.


Além de um estande institucional que reunirá tecnologias, produtos e serviços desenvolvidos por sete Unidades da empresa, a Embrapa participará do evento como co-organizadora do 5º Simpósio Regional de Agronegócios, entre os dias 6 e 8, e como organizadora de um dia de campo sobre integração lavoura-pecuária-floresta (iLPF) realizado na quarta-feira, dia 8, na Unidade de Referência Tecnológica de Santa Carmem (MT).

O estande da empresa funcionará diariamente e nele será possível conhecer uma série de produtos e serviços da Embrapa disponíveis para o Mato Grosso. Entre os itens expostos estão desde cultivares de grãos, de forrageiras e de algodão, até os sistemas de produção integrados.


Embrapa Agrossilvipastoril

A Embrapa Agrossilvipastoril, anfitriã do evento, participará da Exponop apresentando os trabalhos que já vem desenvolvendo em Mato Grosso, como, por exemplo, a capacitação continuada de técnicos da cadeia produtiva do leite. Como a Unidade ainda está em fase de implantação, também apresentará à sociedade os projetos e a linha de pesquisa que desenvolverá no estado a partir da inauguração de sua sede, prevista para o segundo semestre.


Embrapa Arroz e Feijão

As principais cultivares de arroz e feijão recomendadas para Mato Grosso serão apresentadas pela Embrapa Arroz e Feijão. No estande da Empresa, os visitantes poderão obter informações sobre as cultivares de arroz de terras altas BRS Primavera, BRS Monarca, BRS Pepita e BRS Sertaneja. A primeira é reconhecidamente referência em qualidade de grão. Já a BRS Monarca aproxima-se do padrão comercial da BRS Primavera, aliando boa competitividade em relação a plantas invasoras. A BRS Pepita chama atenção pela precocidade e a BRS Sertaneja, pela ampla adaptação e elevada produtividade.


Em relação ao feijão, destacam-se seis variedades. Três delas são do grupo comercial carioca (BRS Estilo, BRS Pontal e BRS Requinte) e as demais são do tipo preto (BRS Esplendor, BRS Campeiro e BRS 7762 Supremo). As cultivares de feijão carioca apresentam resistência às principais doenças que atacam a cultura e a BRS Estilo favorece a colheita mecanizada. Já as variedades de grão preto aliam, em especial, bom potencial produtivo à estabilidade de produção.


Embrapa Transferência de Tecnologia

A Embrapa Transferência de Tecnologia disponibilizará para os visitantes informações sobre três cultivares de feijão-caupi, a BRS Marataoã, BRS Nova Era e BRS Guariba. A fruticultura também será contemplada no estande da empresa com a apresentação de diferentes cultivares de acerola (Rubra, Apodi, Cereja, Roxinha, Frutacor e Cabocla), abacaxi (Imperial), banana (BRS Conquista e BRS Imperial), caju (BRS 189, BRS 226, BRS 265, BRS 275, CCP 06, CCP 09, CCP 76) e maracujá (Gigante Amarelo, Sol do Cerrado e Ouro Vermelho).


Embrapa Algodão

As pessoas que visitarem o estande da Embrapa na Exponop também poderão ter informações sobre diferentes cultivares de algodão recomendadas para regiões de cerrado. As variedades de algodão colorido desenvolvidas pela Embrapa Algodão também serão apresentadas.

Entre os destaques estão as cultivares de fibra branca BRS 269 – Buriti e BRS 293. A primeira é de ciclo longo, com elevado vigor de crescimento, resistente às principais doenças que ocorrem no Cerrado. A segunda cultivar tem ciclo médio, médio vigor de crescimento e elevado potencial produtivo, manifestado principalmente nos ambientes de maior altitude (acima de 700 m), com valores médios geralmente superiores a 2200 kg de pluma/ha. Também será exposta a BRS 286, de ciclo precoce e baixo vigor de crescimento, ideal para meio e fechamento de plantio.


Entre as variedades de algodão colorido estão BRS Rubi, BRS Safira, BRS Verde e BRS Topázio. A principal vantagem destas cultivares é o fato de serem mais valorizadas no mercado, além de reduzirem os custos da indústria e serem ecologicamente corretas, uma vez que dispensam as fases de preparo para tingimento, o que requer a utilização de produtos químicos. Isso reduz o consumo de água e energia, bem como a quantidade de efluentes a serem tratados.


Embrapa Florestas

No estande da Embrapa também será possível conhecer projetos de “Conservação de Recursos Genéticos e Biomas” e de “Energia Renovável a partir de Florestas Energéticas”, desenvolvidos pela Embrapa Florestas. Localizada no Paraná, esta Unidade já mantém pesquisador em Mato Grosso para o desenvolvimento de trabalhos na região de transição entre os biomas Amazônia e Cerrado.


Embrapa Gado de Corte

No estado detentor do maior rebanho bovino do país, a Embrapa Gado de Corte também apresentará suas tecnologias. Além de abordar o Programa de Boas Práticas Agropecuárias (BPA), a Unidade disponibilizará para os visitantes do estande informações sobre cultivares de forrageiras (Marandu, Piatã, Xaraés, Mombaça, Tanzânia e Massai) e de leguminosas (Estilozante Campo Grande).


Embrapa Milho e Sorgo

A Embrapa Milho e Sorgo, por sua vez, apresentará tecnologias desenvolvidas para o controle biológico de pragas na cultura do milho. Entre elas está o Baculovírus, que é um vírus que age sobre outros insetos, como a lagarta-do-cartucho, e o Trichogramma, uma vespa minúscula que põe seus ovos dentro dos ovos de outros insetos.


O sistema iLPF também será apresentado, demonstrando seus benefícios e os impactos econômicos e ambientais de sua implantação.


Simpósio Regional de Agronegócios

A Embrapa ainda participará da Exponop como co-organizadora do 5º Simpósio Regional de Agronegócios que ocorrerá entre os dias 6 e 8. Entre os palestrantes estarão pesquisadores da Embrapa Agrossilvipastoril, Embrapa Gado de Corte e do Departamento de Transferência de Tecnologia, que irão abordar temas como o “Programa Agricultura de Baixo Carbono (ABC)”, “Morte das pastagens” e Boas Práticas Agropecuárias.

Na quarta-feira, dia 8, o dia de campo da “Integração Lavoura-Pecuária-Floresta: Produções de Safrinha”, coordenado pela Embrapa Arroz e Feijão, marcará o encerramento do Simpósio. Em cinco estações, pesquisadores da Embrapa e convidados apresentarão aos participantes os primeiros resultados técnicos e econômicos de experimentos de integração, as projeções futuras para o sistema, implantação e condução do componente florestal, cuidados com a alimentação animal, disponibilidade de cultivares de soja BRS, entre outros assuntos.

As inscrições para o Simpósio são gratuitas e podem ser feitas pelo site da Associação dos Criadores do Norte de Mato Grosso (www.acrinorte.com.br). As vagas são limitadas.

As inscrições para o dia de campo, por sua vez, poderão ser feitas no local e também são gratuitas.


As informações são da assessoria de imprensa da Embrapa Agrossilvipastoril

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink