Tecnologias para a cadeia produtiva de hortaliças disponíveis na AgroBrasília Digital 2020
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,126 (0,05%)
| Dólar (compra) R$ 5,61 (0,05%)

Imagem: Marcel Oliveira

AGROBRASÍLIA

Tecnologias para a cadeia produtiva de hortaliças disponíveis na AgroBrasília Digital 2020

Embrapa apresenta diversas tecnologias para a cadeia produtiva na edição digital da AgroBrasília
Por:
92 acessos

A Embrapa Hortaliças (Brasília –DF) apresenta diversas tecnologias para a cadeia produtiva na edição digital da Feira Internacional dos Cerrados – AgroBrasília, que ocorre de 6 a 10 de julho. Além dos lançamentos da cultivar de cenoura para cultivo orgânico e do curso de produção de PANC para consumo doméstico, o centro de pesquisa disponibiliza informações sobre cultivares de alface, alho, cenoura e tomate na vitrine tecnológica virtual. 

Nutrição mineral de hortaliças em cultivo sem solo é o tema da palestra do pesquisador Ítalo Guedes. O especialista apresenta conceitos básicos de nutrição mineral de plantas, técnicas de cultivo sem solo, química da solução nutritiva e aspectos teóricos e práticos do manejo do fornecimento de nutrientes a hortaliças em sistema de produção sem solo. Confira aqui a palestra gravada.

Vitrine tecnológica virtual da Embrapa na AgroBrasília Digital

Alface 

A cultivar BRS Mediterrânea é uma alface de folhas crespas de coloração verde-clara. Ela apresenta resistência à doença de solo denominada fusariose e aos nematoides-das-galhas, o que contribui para a menor necessidade de aporte de agrotóxicos nos cultivos de alface. 

Outro destaque da cultivar é ser mais tolerante às altas temperaturas e ao florescimento precoce ocasionado pelo calor, ou seja, mesmo em condições de temperatura superior à faixa de temperatura ótima para cultivo, a planta atinge o tamanho comercial desejável no momento da colheita.

Alho 

Considerado um alho semi-nobre, a cultivar BRS Hozan apresenta alta qualidade e uniformidade de bulbos (cabeças) e não precisa passar pelo processo de vernalização para ser cultivado no Brasil. Após a seleção e multiplicação, as plantas passaram pelo processo de limpeza de viral no Programa de Alho Livre de Vírus da Embrapa Hortaliças para garantir sua qualidade fisiológica e sanitária e, assim, contribuir para o estabelecimento de uma lavoura vigorosa e uniforme.

Classificada como uma cultivar de ciclo médio, em torno de 150 dias, o BRS Hozan é recomendado para produtores das regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste que cultivam alho comum, permitindo a substituição de cultivares com número excessivo de bulbilhos e baixa aceitação comercial. A produtividade média é de 11 t/ha podendo chegar a 13 toneladas, dependendo do manejo e sistema de produção.  

Cenoura 

Primeira cultivar nacional desenvolvida e validada exclusivamente para sistemas orgânicos de produção, a cenoura BRS Paranoá apresenta alta resistência ao complexo da queima-das-folhas, causado pelos fungos Alternaria dauci, Cercospora carotae e pela bactéria Xanthomonas hortorum pv. carotae, dispensando completamente qualquer tipo de controle para essa doença. 

A BRS Paranoá é uma cultivar de verão, de polinização aberta, indicada para plantio entre outubro e março em todas as regiões produtoras de cenoura do Brasil. A cultivar também foi validada no sistema convencional de produção. Nos ensaios de validação com outras cultivares comerciais em sistema orgânico, a produtividade ultrapassou 31 t/ha e, no sistema convencional superou 40 t/ha.

Tomate

A cultivar de tomate BRS Zamir é um híbrido do segmento grape para consumo fresco. A cultivar representa uma nova geração de híbridos enriquecidos: o teor do pigmento antioxidante licopeno alcança até 144 μg/g, enquanto outros híbridos comerciais do segmento grape no mercado brasileiro obtêm por volta de 40 μg/g. A cultivar é indicada para cultivo protegido ou em campo aberto no período seco, em as regiões produtoras,

A cultivar de tomate BRS Nagai é um híbrido do tipo saladete, também indicado para cultivo em todas as regiões produtoras do país, em campo aberto ou em ambiente protegido. O híbrido possui genes naturais que conferem resistência e/ou tolerância a mais de 40 variantes e raças de fungos, bactérias e vírus, o que minimiza a dependência de agrotóxicos e garante maior sustentabilidade do cultivo de tomate nas condições brasileiras.

Serviço

Agrobrasília
Data: 6 a 10 de julho
Onde: digital.agrobrasilia.com.br 
www.embrapa.br/agrobrasilia-2020

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink