Tecnoshow Comigo discute os maiores desafios do agronegócio

Agronegócio

Tecnoshow Comigo discute os maiores desafios do agronegócio

Discussão será realizada no dia 9 de abril, às 14 horas
Por:
1339 acessos
Discussão será realizada no dia 9 de abril, às 14 horas, por representantes da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara Federal

Rio Verde (GO) - Os parlamentares da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara Federal vão debater os maiores desafios do agronegócio na atualidade em Rio Verde. O cenário das discussões será o primeiro dia da 11ª edição da Tecnoshow, 9 de abril, às 14 horas, durante uma audiência extraordinária da Comissão, cuja realização é resultado de requerimento do deputado federal Heuler Cruvinel. "É tarefa do parlamentar não só a busca de recursos, mas o fomentar das discussões que possam fazer avançar a sociedade em diversos aspectos. Queremos dar oportunidade dos produtores estarem próximos dos parlamentares, debatendo com eles temas de relevância para o setor", assinala o deputado Heuler Cruvinel, que é membro da Comissão.


O deputado Paulo Cesar Quartiero (DEM/RR) vai representar a presidência da Comissão no evento. Os deputados das bancadas federal e estadual de Goiás também devem marcar presença, como o Secretário de Agricultura do Estado, Antônio Flávio de Lima, e representantes da Federação da Agricultura do Estado de Goiás, da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Goiás , do Sindicato Rural de Rio Verde e demais entidades representativas do setor . Confirmaram também presença o líder do PSD, Guilherme Campos, e os deputados Irajá Abreu (PSD) e Onofre Santo Agostini (PSD).

Segundo o deputado Heuler Cruvinel, em sintonia com a Tecnoshow serão feitas análises das novas tecnologias produtivas e das ações governamentais em prol da agropecuária. "Entre os assuntos em destaque, o Novo Código Florestal, que está em fase final de tramitação na Câmara e cuja aprovação é de suma importância para o produtor rural", diz Heuler.


Na redação do texto do Código Florestal aprovada no Senado - e que os deputados tem agora que avalizar ou não - a recuperação de APPs de margens de cursos d'água prevê reconstituição de 15 metros de vegetação para rios de até 10 metros, e de uma faixa entre 30 e 100 metros para os demais. Na visão dos agropecuaristas, isso pode expulsar um grande número de produtores rurais da zona rural, que já produzem nestas faixas.

A intenção é aproveitar a audiência da Comissão de Agricultura para angariar apoio político para agilizar soluções e recursos federais importantes para o Estado de Goiás, principalmente na área de infraestrutura rodoviária. Heuler Cruvinel lembra que a duplicação de BRs importantes que cortam o Estado está entre as prioridades. "Na nossa opinião, a duplicação, por exemplo, do trecho da BR-452 que liga Itumbiara a Rio Verde, e da BR-153, de Anápolis a Talismã, no Tocantins, são providências urgentes a serem tomadas", lembra Heuler, assinalando que há pouco mais de um mês, enviou requerimento ao Ministério dos Transportes solicitando as obras.


PAC da Agricultura
A Comissão de Agricultura também deve discutir com os produtores durante a visita à Tecnoshow os estudos preliminares que o governo federal tem realizado para estabelecer políticas de longo prazo para a agropecuária, que poderão resultar em um Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) específico para o setor. O plano de ações já ganhou o apelido de "PAC da Agricultura". Segundo as primeiras informações, o PAC da Agricultura pode abranger o armazenamento e o transporte de produtos e beneficiar tanto a agricultura empresarial quanto a familiar.

"Isso seria um reconhecimento necessário ao setor agropecuário do Brasil, responsável por 33% do PIB do país, segundo números do Ministério da Agricultura e do IBGE. Em Goiás, de acordo com levantamento divulgado pela Secretaria de Gestão e Planejamento do governo estadual (Segplan), o Produto Interno Bruto (PIB) do Estado cresceu 4,1%, na comparação com 2010.O destaque foi a agropecuária, com crescimento de 6,3%. Tal peso não pode ser deixado fora da discussão", assinala o deputado Heuler Cruvinel.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink