Tem início no Colégio Teutônia o 10º Fórum Tecnológico do Leite e a 6ª Feira Agro-Comercial

Agronegócio

Tem início no Colégio Teutônia o 10º Fórum Tecnológico do Leite e a 6ª Feira Agro-Comercial

Teve início na noite desta quarta-feira (21/09), o 10º Fórum Tecnológico do Leite e a 6ª Feira Agro-Comercial.
Por:
228 acessos

Com a presença de lideranças, produtores rurais, técnicos, estudantes e representantes de entidades ligadas ao setor leiteiro, teve início na noite desta quarta-feira (21/09), no auditório central do Colégio Teutônia (CT), o 10º Fórum Tecnológico do Leite e a 6ª Feira Agro-Comercial. Com o tema “Eficiência nos sistemas de produção de leite”, a abertura contou com painel “Qualidade do leite, cenário e ações governamentais”, com a presença de debatedores da Emater/RS-Ascar, da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag/RS) e do Sindicato da Indústria de Laticínos e Produtos Derivados (Sindilat). 

O evento, que marca as comemorações do Dia Estadual do Leite — celebrado sempre na terceira quarta-feira do mês de setembro, enaltecendo a importância da bebida para a população e incentivando o consumo do alimento — segue nesta quinta-feira (22/09) com programação diversificada. Além de palestras e painéis, também haverá espaço destinado a seis agroindústrias familiares com produção de queijo, conservas, embutidos, pães e ovos, além de estações apresentadas por empresas parceiras, momentos culturais, Escolinha do Leite e o tradicional concurso do Leite em Metro.

O painel de abertura contou com as presenças do assistente técnico estadual (ATE) em Bovinocultura de Leite da Emater/RS-Ascar, Jaime Ries, do presidente do Sindilat, Alexandre Guerra, e do secretário geral da Fetag/RS, Pedrinho Signor. Na ocasião, Ries apresentou dados relativos à pesquisa realizada pela Emater/RS-Ascar e pelo Instituto Gaúcho do Leite (IGL)/Fundoleite, ressaltando gargalos, dificuldades e diferenças entre os produtores de cada região do Estado. “E, mesmo com os problemas, podemos dizer que estamos fazendo o dever de casa e caminhando rumo à qualidade”, analisou.

O evento de abertura contou com a presença de diversas autoridades, entre elas o secretário de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Tarcísio Minetto; diretor técnico da Emater/RS, Lino Moura; diretor do Colégio Teutônia, Jonas Rückert; gerentes regional e adjunto da Emater/RS-Ascar de Lajeado, Marcelo Brandoli e Carlos Lagemann; presidente da Languiru, Dirceu Bayer, e coordenador regional da Fetag/RS, Luciano Carminatti, além de representantes de prefeituras. Ao abrir o evento, Rückert salientou o desafio de organizar um Fórum deste porte, algo que só é possível com o apoio das diversas entidades da região.

Rückert registrou ainda que o evento tem seu foco voltado ao produtor rural, com vistas a difundir e apresentar novas tecnologias de produção para aquele que coloca alimento nas mesas de todos os gaúchos. Para o secretário Minetto o debate é importante, ainda que haja desafios a serem superados. “Nesse sentido, o Fórum, com sua temática diversificada, reforçado pelo trabalho em parceria e atento a todas as etapas da cadeia produtiva, representa um momento valioso para troca de informações e experiências entre os envolvidos”, observou.

Para Moura a importância do leite no Estado dispensa comentários, ressaltando ainda o trabalho da Emater/RS-Ascar no sentido de auxiliar o bovinocultor na busca da qualificação da produção, seja nas áreas de pastagem, de genética, de irrigação ou de acesso ao crédito. Em sua fala, também lembrou o programa Gestão Sustentável da Agricultura Familiar do Governo do Estado, operacionalizado pela Emater/RS-Ascar. “São ações que oportunizam aos agricultores a continuidade de suas atividades no meio rural, uma vez que o produtor só fica no campo se lá estiver feliz”.

Programação de quinta-feira

O evento segue nesta quinta-feira, dia 22, com a recepção, credenciamento e momento cultural no Auditório Central do CT, a partir das 09h. Das 09h30 às 11h haverá a palestra “Forrageiras para integração lavoura-pecuária”, com o professor da Uuniversidade de Passo Fundo (UPF) e pesquisador da Embrapa, Renato Serena Fontaneli. Das 11h às 14h acontece o circuito de visitação à Feira Agro-Comercial e Estações Temáticas, disponibilizadas na estrutura interna do CT.

Outra atração será a Escolinha do Leite, coordenada pela Cooperativa Languiru e Colégio Teutônia, com atividades desenvolvidas no Miniauditório do CT, das 9h às 11h e das 14h às 16h. O objetivo da Escolinha é ensinar, de forma interativa e lúdica, o caminho que o leite percorre da propriedade rural até chegar à mesa do consumidor. Na primeira inserção na programação do Fórum Tecnológico do Leite, na edição de 2015, cerca de 600 estudantes participaram das atividades.

Em seguida, a partir das 14h, inicia o painel “Sistemas de produção — relato de experiências”, com a participação de três associados da Cooperativa Languiru que irão apresentar as vantagens e detalhes dos sistemas à base de pasto, Free Stall (galpão de confinamento de animais em sistema de baia/cama individual) e Compost Barn (galpão de confinamento de animais em sistema de cama coletiva). Com a mediação do pesquisador e consultor Lucildo Ahlert, contribuem com depoimentos os produtores Diego Dickel, de Linha Gamela, município de Teutônia; Fábio Secchi e Simone Broenstrup Secchi, de Linha Catarina, Teutônia; e Élio Post e Élia Schossler, de Nova Westfália, Fazenda Vilanova.

“São três modelos de produção distintos, todos em processo de transformação e construção. Procuramos apresentar as características de cada um e os participantes poderão identificar o melhor a ser aplicado no dia a dia das suas propriedades. Mais do que trazer números e dados, os painelistas terão a oportunidade de falar da satisfação e da motivação em trabalhar com o leite, na expectativa de que esta troca de informações possa ser contagiante”, destaca o coordenador geral do Fórum do Leite, professor Márcio Mügge. Encerrando a programação do evento, haverá o tradicional concurso de Leite em Metro e o sorteio de brindes, a partir das 16h.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink