Tempo instável em toda a faixa litorânea entre São Paulo e o sul da Bahia

Agronegócio

Tempo instável em toda a faixa litorânea entre São Paulo e o sul da Bahia

O sol aparece no Sul, mas à tarde devem ocorrer pancadas de chuva no oeste da região e as temperaturas ficam baixas
Por:
317 acessos

O fim de semana foi de tempo seco na maior parte do país. A chuva se concentrou, com mais intensidade, nas regiões Norte e Nordeste. Em vários municípios do Rio Grande do Norte e da Paraíba os volumes de chuva chegaram a 80 milímetros. Já nas regiões Sul e Sudeste as chuvas foram bem fracas, causadas pela passagem de uma frente fria.

Nesta segunda-feira, os ventos úmidos que chegam do oceano vão deixar o tempo instável em toda a faixa litorânea entre São Paulo e o sul da Bahia. O sol aparece no Sul, mas à tarde devem ocorrer pancadas de chuva no oeste da região e as temperaturas ficam baixas. Previsão de céu com nebulosidade e chuva isolada nos Estados do Norte e do Nordeste. No Centro-Oeste e no sertão nordestino, o tempo segue seco e com baixa umidade do ar. O sol aparece pela manhã em toda a região Sul. À tarde podem ocorrer pancadas de chuva na faixa oeste dos três Estados. No Sudeste o tempo fica instável. Tem previsão de chuva para o leste de São Paulo e de Minas Gerais e para todo o Rio de Janeiro e Espírito Santo. Faz sol nas outras áreas da região. No Centro-Oeste, o sol vai predominar na maior parte da região. Tem uma pequena possibilidade de chuva fraca no sul de Mato Grosso do Sul. Dia ensolarado no Nordeste. Estão previstas pancadas isoladas de chuva no litoral. No norte do país o sol vai predominar. Pode chover no centro norte do Amazonas, em Roraima, no Amapá e no nordeste do Pará.

Na terça-feira, uma nova frente fria vinda do Uruguai deve causar ventania sobre a região sul do Brasil. O tempo muda e podem ocorrer temporais no Rio Grande do Sul. Os dias seguem instáveis no litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro, no leste de Minas Gerais, no Espírito Santo e no sul da Bahia por causa dos ventos úmidos que chegam do mar. No extremo Norte do país, o calor e a alta umidade devem provocar pancadas de chuva.

Até sábado o volume de chuva deve chegar aos 90 milímetros no noroeste do Amazonas e no sul de Roraima. A mesma quantidade está prevista para o leste do Rio Grande do Norte e da Paraíba e também para o centro de São Paulo e para o sul de Minas. No norte do Paraná e no oeste de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul o acumulado pode chegar aos 50 milímetros. No Centro-Oeste chove pouco. Os índices podem atingir os 40 milímetros no sul de Goiás e no leste de Mato Grosso do Sul.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink