Tempo seco favorece colheita no Rio Grande do Sul
CI
Agronegócio

Tempo seco favorece colheita no Rio Grande do Sul

Por: -Admin

As culturas de verão encontram-se em pleno período de colheita no Rio Grande do Sul, atividade favorecida pelo tempo seco. O arroz é a cultura mais avançada, com 58% da área já colhida, contra uma média histórica de 41% para o período, de acordo com o levantamento sobre a situação das culturas da Emater/RS-Ascar. Os orizicultores têm obtido produtividades em torno de seis mil quilos por hectare.

A colheita do milho atinge 50%, em ritmo menos intenso já que há preferência pela colheita da soja, que chega a 25%. No caso do milho, as lavouras plantadas mais cedo já estão colhidas, com alguns rendimentos próximos a seis mil quilos por hectare. No entanto, as lavouras do período mais tarde estão com o potencial produtivo comprometido pela estiagem.

A produtividade das lavouras de soja já colhidas está variando de 800 quilos por hectare a três mil quilos por hectare. As chuvas dos últimos dias não recuperaram os prejuízos provocados pela estiagem na soja, no milho e na segunda safra de feijão. As precipitações ficaram entre 10mm e 20mm, na maioria das localidades, chegando a 80mm em zonas pontuais.

O prognóstico de continuidade do atual quadro de deficiência hídrica para os próximos três meses traz mais preocupações, uma vez que restam cerca de 20% do milho, 30% da soja e 40% da segunda safra do feijão em fases consideradas críticas com relação à falta d"água.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink