Frango

Tendências da produção mundial de carne de frango em 2018

As primeiras projeções sugerem que a produção mundial deve aumentar 1,2%
Por:
51 acessos

As primeiras projeções do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) sobre as tendências da carne de frango em 2018 sugerem que a produção mundial deve aumentar 1,2%, mesmo índice de evolução anual previsto para 2017.

O Brasil – prevê o USDA – deve ter desempenho ligeiramente melhor. A produção de 2017 deve crescer pouco mais de 2,6%, enquanto a projeção para 2018 sugere expansão de 2,26% em relação a 2017. O que dá um incremento de quase 5% em comparação a 2016.



Pelos números do USDA observa-se que os quatro primeiros produtores – EUA, Brasil, União Europeia (UE) e China, na verdade um conglomerado de 31 países, 28 deles integrantes da UE – são responsáveis por mais de 60% da produção mundial.

Mas o que chama a atenção nas novas projeções é a perspectiva de a produção chinesa recuar também no ano que vem. E se isso ocorrer e os números do USDA se confirmarem, o volume de carne de frango produzido pela China será cerca de 18% menor que o registrado em 2015, ano em que foi atingida a marca recorde do país – 13,4 milhões de toneladas.


Em função desse desempenho, o Brasil – cuja produção anual supera a da China desde o ano passado – consolida-se ainda mais como segundo produtor mundial de carne de frango

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink