Terapia celular facilita recuperação
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,050 (0,65%)
| Dólar (compra) R$ 5,58 (-1,17%)


Agronegócio

Terapia celular facilita recuperação

Empresa brasileira desenvolveu tratamento a partir de células tronco retiradas do tecido adiposo de equinos
Por:
911 acessos

Em função do alto valor de mercado de alguns animais, como cavalos que participam de competições envolvendo atividades físicas, uma empresa de pesquisa brasileira inovou e desenvolveu um tratamento a partir de células tronco retiradas do tecido adiposo de equinos. Trata-se da Celltrovet, única no país a desenvolver terapia celular com células tronco, sendo que há outras no mesmo segmento apenas na Inglaterra e no Canadá. As pesquisas demonstram uma considerável melhora na funcionalidade do tecido lesionado, bem como redução no tempo de recuperação. Hoje, estão sendo desenvolvidos protocolos para o tratamento de diversas patologias como lesões tendíneas e ligamentares, osteoartrites, osteocondrose, fraturas e fissuras e lesões no menisco.

O diretor de Inovação Tecnológica da Celltrovet, Enrico Jardim Clemente Santos, explica que além da eficiência no tratamento das lesões, as pesquisas atuais abrem possibilidades para a cura de outras patologias, entre elas obstrução pulmonar crônica, lesões neurológicas, lesões cardíacas e laminite. "Para que todos os tratamentos sejam eficazes e seguros, foram estabelecidos diversos fatores como aplicação do concentrado composto por 100% de células-tronco não modificadas geneticamente, acompanhamento do quadro clínico do animal e a execução de rigorosos protocolos de processamento e métodos de controle de qualidade".

Com serviços direcionados ao mercado veterinário, tanto de pequenos como de grandes animais, Enrico explica que a empresa conta com tecnologia de ponta para extração, isolamento e caracterização de células-tronco adultas. O serviço é composto por 100% de células-tronco, isoladas de gordura e previamente caracterizadas, o que resulta em um tratamento mais eficiente e uma recuperação mais rápida e segura do animal. Também são retiradas células-tronco de polpa dentária, no caso de tratamentos de pequenos animais como cães e gatos.

No procedimento realizado para obtenção das células-tronco de eqüinos é aplicada inicialmente uma anestesia no local de onde será retirado um fragmento de gordura por meio de uma pequena incisão com auxilio de um bisturi. Em seguida o fragmento é cuidadosamente transportado para o laboratório onde será processado para o isolamento das células-tronco que serão caracterizadas, expandidas e estocadas em um botijão de nitrogênio líquido para, assim, serem aplicadas nos eqüinos.

"Procuramos ter como meta o desenvolvimento de uma tecnologia que permita uma eficiente obtenção de células-tronco de forma o menos invasiva possível e com o mínimo desconforto para o animal", pontua Enrico Santos.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink