Terça-feira (28) terá tempo adverso no Sul
CI
Imagem: Pixabay
AGROTEMPO

Terça-feira (28) terá tempo adverso no Sul

Em vários pontos os termômetros poderão superar a marca dos 40°C
Por: -Eliza Maliszewski

A terça-feira  (28/12) será marcada por eventos de tempo adverso no sul do país, sobretudo por conta da forte massa de ar seco e quente que atua desde o centro da Argentina, quando a presença de uma baixa pressão que poderá resultar em chuvas acompanhadas de granizo isolado no leste da região sul. Já na faixa centro-norte do território nacional, as chuvas continuam presentes e bem distribuídas, até mesmo com um aumento nos volumes previstos ao sul da região norte, bem como as chuvas volumosas na região nordeste.

Confira a plataforma completa de mapas aqui.
Saiba  a previsão para a sua cidade aqui

Saiba como fica o tempo em cada região: 

Região Norte

A tendência para as chuvas na região mostram um aumento nos volumes previstos, em relação ao dia anterior. Assim, são esperadas pancadas de chuvas fortes no sul do AM, Ac e norte de RO, sendo que ao sul do AM os acumulados poderão superar a marca dos 80 mm. Contudo, no estado do TO e sul do PA as instabilidades terão um comportamento de pancadas isoladas, assim como no extremo norte do AM. 

Região Nordeste

As chuvas persistem sobre a região, devido ao corredor de umidade que sai da região amazônica em direção ao oceano. Deste modo, as chuvas continuam sobre as áreas produtoras do MA, PI e BA. Apesar disso, no oeste Baiano, sul do MA e sul do PI, a tendência será de que as instabilidades ocorram de maneira mais esparsa. Sobre o CE, oeste do RN e oeste de PE as instabilidades poderão ocorrer, mas de forma pontual e isolada, sem resultar em acumulados expressivos. 

Região Centro-Oeste

O tempo será dominado pela influência da Alta da Bolívia, sobretudo na metade norte da região. As chuvas poderão ser intensas sobre o norte do MT, superando, pontualmente os 40 mm na grande região de Sinop. Já sobre o norte de GO e DF, as instabilidades estarão mais presentes, entretanto, com volumes entre 10 e 20 mm na metade norte do estado. Sobre o sul do MT, sul de GO e norte do MS, as chuvas poderão ocorrer, mas de forma pontual e isolada. Ao passo que no sul e leste do MS o tempo será firme na maior parte do dia. 

Região Sudeste

A presença de uma área de baixa pressão mantém o tempo instável em grande parte dos estados, incluindo o retorno das chuvas para o triângulo mineiro. Contudo, no oeste paulista, o predomínio será da massa de ar seco e quente, impedindo a formação de nuvens carregadas. Já sobre o RJ, ES, leste e norte de MG as instabilidades persistem e com potencial para chuvas intensas sobre o norte de MG, podendo ter registros superiores aos 50 mm no decorrer do dia. 

Região Sul

A forte massa de ar quente e seco ganha intensidade sobre a região, aumentando a área de abrangência, temperaturas e diminuindo ainda mais a umidade do ar. As áreas mais afetadas ficam ao sul e oeste do RS, oeste de SC e oeste do PR. Em vários pontos os termômetros poderão superar a marca dos 40°C e nos horários mais críticos a umidade relativa do ar poderá ficar abaixo dos 20%, sobretudo nas áreas de fronteira com a Argentina. Por outro lado, a presença de uma área de baixa pressão garante as instabilidades sobre o leste do PR e nordeste de SC. Algumas  projeções indicam a possibilidade de pancadas rápidas e isoladas no leste de SC. Além disso, existem condições elevadas para eventos de tempo adverso como queda de granizo, vendavais e chuvas intensas em curtos períodos de tempo. 

Veja os mapas destaques para hoje:


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.