Terceirização de mão de obra rural deve ser aprovada até final do ano
CI
Agronegócio

Terceirização de mão de obra rural deve ser aprovada até final do ano

Presidente da CNA diz que há apoio no Congresso
Por: -Leonardo Gottems

Presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), a senadora Kátia Abreu (PMDB-TO) acredita que existe apoio no Congresso Nacional para a aprovação da lei de terceirização de mão de obra rural. Na avaliação dela, o projeto deve ser aprovado ainda em 2014, após o período eleitoral.


“Estamos torcendo para que este período passe para votarmos a terceirização da mão de obra na atividade-fim. Chegamos ao absurdo em que a Cutrale (indústria de cítricos) foi multada porque entenderam que comprar laranja de produtores é terceirizar. Daqui a pouco os frigoríficos vão ter que pagar o vaqueiro da minha fazenda”, disse Kátia Abreu. 


Críticos alegam que a medida “precarizaria” as relações de trabalho. “Todos os direitos e garantias estabelecidos na Constituição Federal e nas legislações complementares estarão assegurados aos terceirizados, assim como as perspectivas aprovadas nos acordos e convenções coletivas de cada categoria profissional”, já havia explicado a senadora em ocasião anterior.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink