Testes com Diesel de Cana TM em SP apontam redução de poluentes

Agronegócio

Testes com Diesel de Cana TM em SP apontam redução de poluentes

Resultados indicam diminuição de até 40% na emissão de gases sem alterações nos veículos
Por: -Joana
1458 acessos
A Amyris Brasil S.A. informa que concluiu um projeto de demonstração em campo com os primeiros ônibus movidos à mistura de combustível contendo Diesel de Cana TM, por meio de cooperação técnica com parceria da SPTrans, Mercedes-Benz do Brasil, Petrobras Distribuidora e Viação Santa Brígida.


A adição de 10% de Diesel de Cana ampliou ainda mais os grandes benefícios trazidos pelo combustível Diesel metropolitano da Petrobrás com baixo teor de enxofre (B5 S50, que já contém 5% de Biodiesel em sua composição) na redução da emissão de poluentes danosos à saúde pública. O destaque nos resultados foi observado quando se comparou os níveis de emissões de gases de escapamento medidos por meio de opacímetro. Todos os veículos que utilizaram Diesel de Cana mostraram uma redução significativa nos níveis de emissões de fumaça quando comparados aos seus pares que utilizavam Diesel Metropolitano. Esta redução chegou a 40% em alguns casos. A redução nos níveis de emissões já havia sido observada anteriormente nos testes feitos em laboratório de motores pela Mercedes-Benz, que possui vasta experiência na avaliação de combustíveis alternativos.

O programa teve duração de seis meses e comprovou o desempenho e os benefícios do combustível proveniente da cana de açúcar quando utilizado em veículos automotores. Foram utilizados seis ônibus da Viação Santa Brígida, uma das principais companhias de transporte de passageiros de São Paulo, dos quais três rodaram com mistura de 10% de diesel renovável Amyris e 90% de óleo Diesel Metropolitano (que contém 5% de Biodiesel em sua composição). Os outros três ônibus utilizaram somente o diesel metropolitano e serviram de referência para comparação relativa dos resultados. O abastecimento ficou sob a responsabilidade da Petrobras Distribuidora, líder de mercado e engajada na investigação de combustíveis alternativos renováveis substitutos ao Diesel fóssil. Ao final do teste os veículos passaram por avaliação minuciosa feita pelo seu fabricante, a Mercedes-Benz do Brasil.

Os resultados obtidos durante o teste demonstraram que todos os parâmetros operacionais da frota permaneceram similares entre os veículos que rodaram com Diesel de Cana e os veículos que utilizaram somente o Diesel Metropolitano. Ou seja, a autonomia dos veículos, níveis de manutenção, desgaste de peças e percepção dos operadores não foram alterados. Estes resultados também confirmam avaliações realizados anteriormente em laboratório de motor pela Mercedes-Benz do Brasil, onde não foram observadas alterações no consumo de combustível nem no seu desempenho.

Segundo Itamar Lopes dos Santos, gerente de manutenção da Viação Santa Brígida, "o emprego desse combustível não provocou qualquer alteração na logística de abastecimento, não alterou as práticas de manutenção, não exigiu adaptações na infra estrutura da garagem e/ou de equipamentos, não exigiu alteração técnica no veículo e não requereu treinamento específico da mão de obra".

Os veículos utilizados no teste são originais de fábrica e não sofreram qualquer tipo de adaptação, pois o combustível utilizado no teste atende todas as especificações para óleo Diesel vigentes no Brasil, sendo totalmente compatível com a frota e sistema de distribuição existente.

“Além da redução de emissões, outro resultado dos testes com o Diesel de CanaTM que merece destaque é a manutenção do desempenho do motor. Nos ensaios comparativos, todos os parâmetros de controle do motor permaneceram exatamente iguais. Isso reforça a nossa confiança no uso desse biocombustível alternativo, uma solução muito interessante para as empresas de transporte, porque pode ser utilizada rapidamente em produtos Mercedes-Benz da frota atual”, afirma Ricardo Silva, vice-presidente ônibus América Latina da Mercedes-Benz do Brasil. “Outra característica fundamental apresentada pelo d Diesel de CanaTM é a manutenção do reduzido consumo. Para nossos clientes, ele será certamente uma opção a mais no uso de combustíveis alternativos no já conhecido e eficiente motor diesel Mercedes-Benz”.


Este programa representa, juntamente com outras ações da SPTRANS, um passo importante no cumprimento das metas determinadas pela lei municipal de mudanças climáticas 14.933/2009, que prevê a redução gradual do uso de combustíveis fósseis no transporte público, com eliminação total até 2018. A SPtrans junto com o grupo que realizou este teste está discutindo a continuidade do teste e a ampliação do uso do combustível na sua frota.

Segundo Paulo Diniz, CEO da Amyris Brasil S.A., “A Amyris tem planos de expandir estes testes para outras frotas que circulam em regiões metropolitanas para demonstrar o potencial do Diesel De Cana como uma opção imediata que contribui com a solução para os desafios da poluição urbana e das mudanças climáticas.

As informações são da Item Comunicação


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink