TO e Reino Unido discutem parcerias e investimentos no setor de produção

Agronegócio

TO e Reino Unido discutem parcerias e investimentos no setor de produção

A piscicultura foi um dos temas principais do encontro
Por:
518 acessos
Ciente do potencial agrícola e de produção no Tocantins, o cônsul geral britânico em São Paulo, John Doddrell, e o cônsul honorário José Antônio de Sousa Neto discutiram, nesta manhã, com o secretário da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário, Jaime Café, a possibilidade de parcerias e investimentos no Estado.

Durante a reunião no gabinete de Jaime Café, o secretário falou dos projetos e potenciais do Tocantins nas áreas de piscicultura, agricultura e pecuária. John Doddrell se mostrou encantado ao ouvir as iniciativas voltadas para a piscicultura como, por exemplo, a meta do governo de transformar o Tocantins em referência nacional na tecnologia de produção de peixes. “É ordem do governador Siqueira Campos. Quando se fala em leite, se pensa em Minas Gerais. Sobre arroz e feijão, lembramos de Goiás. A meta é: quando se falar no Tocantins. seremos referência e estudo de tecnologias para produção de pescado”, disse o secretário, ao citar a implantação da Embrapa Pesca no Estado.

Café também falou sobre as ações desenvolvidas na pecuária, agricultura e os projetos de irrigação no Tocantins. Ao ver o mapa tocantinense, o cônsul geral falou sobre a logística que o Estado proporciona. “São muitos rios, um potencial enorme”, disse durante a explanação do secretário Café.

O cônsul também ficou feliz ao saber que foi criada na Seagro a subsecretaria de Aquicultura e Pesca, responsável pela implementação dos projetos na área.

Tema central

A piscicultura foi um dos temas principais do encontro no gabinete do secretário Jaime Café, na Seagro. Estudos serão realizados para viabilizar projeto e investimentos do Reino Unido no Tocantins. Café destacou as iniciativas do setor e ações já desenvolvidas, como o projeto Tamborá, de Almas, que produz 400 toneladas por mês de peixe.

O cônsul honorário José Antônio de Sousa Neto falou sobre a importância de aproveitar os subprodutos, como a pele do peixe, importante meio de geração de emprego e renda. Durante a audiência, Sousa Neto discutiu com Jaime Café os projetos realizados pelo Reino Unido no Brasil, com destaque para Minas Gerais.

Para Café, o primeiro contato com John Doddrell e José Antônio de Sousa Neto foi motivador. “As propostas de investimento e parcerias vão de encontro com as perspectivas e anseios do Estado. Há predisposição de empresários do Tocantins para buscar o mercado externo”, disse. Já Sousa Neto deixou claro que as negociações vão evoluir.

Presente na audiência, o secretário de Oportunidades, Omar Hennemann, destacou a importância da união de todas as secretarias e instituições para que essas e outras iniciativas tenham efeito desejado. O empresário Nicolau Carvalho Esteves, que também participou da reunião, fez questão de reforçar aos representantes do Reino Unido as perspectivas que o Tocantins oferece aos investidores. Também participou do encontro o secretário executivo da Seagro, Ruiter Pádua, que apresentou detalhes sobre os projetos desenvolvidos.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink