TO vai contar com mais 11 locais para recebimento de embalagens de agrotóxicos
CI
Agronegócio

TO vai contar com mais 11 locais para recebimento de embalagens de agrotóxicos

Estado já conta com sete postos de coleta
Por:

Uma reunião técnica de trabalho promovida pela Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins – Adapec, Inpev e as centrais de recebimento de embalagens vazias de agrotóxicos de Silvanópolis e Pedro Afonso, ocorrida na tarde desta segunda-feira (28.04) discutiu um novo modelo de recebimento itinerante de embalagens para o Tocantins que permite elevar dos atuais sete pontos existentes para 18 os locais de coletas.

A proposta foi apresentada pelo gerente de Operações do Inpev da região Norte/Nordeste, Antônio Carlos do Amaral que mostrou as experiências que estão sendo feitas pelo país que já somam mais de mil pontos de recebimentos itinerantes, segundo dados do Inpev. “Este modelo de recebimento itinerante é uma solução para os lugares onde falta a atuação do sistema e que tem como foco os pequenos agricultores,” disse Amaral.

Antônio Carlos destacou que este novo modelo de recebimento itinerante para regiões com pouca quantidade de embalagens vazias de agrotóxicos é uma das melhores alternativas, pois os custos, comparados ao modelo de local com construção são bem menores. E assegurou que o sistema é reconhecido pela legislação e possui uma sistematização que permite um trabalho de maneira segura e eficaz.

Para o diretor de Defesa e Sanidade Vegetal da Adapec, Luis Henrique Michelin este modelo de coleta itinerante permitirá que o Tocantins eleve para 18 os locais, onde os pequenos agricultores poderão entregar suas embalagens vazias de agrotóxicos. “A Adapec está promovendo junto com o Inpev e outros órgãos parceiros uma outra modalidade de entrega de embalagens de forma descentralizada e para regiões onde existem um grande número de pequenos agricultores que nem sempre tem condições de deslocar a um posto ou central de recebimento, estamos encurtando esta distância para os produtores,” disse Michelin.

A coordenadora Regional de Operações dos Estados do Tocantins, Roraima, Amazonas, Pará e Amapá, Ana Telma Maia Soares, acrescentou que o objetivo deste projeto é facilitar o acesso dos pequenos agricultores aos postos de recebimentos itinerantes de embalagens vazias e com isso retirar as mesmas do campo.

Durante a reunião foram sugeridas a criação de postos de recebimentos itinerantes para os municípios de Porto Nacional (Projeto São João), Miranorte, Miracema, Barrolândia, Xambioá, Pau D’arco, Rio dos Bois, Araguaçu, Buriti do Tocantins, Axixá e Araguatins. Ficou ainda definido que o lançamento deste novo modelo de recebimento itinerante ocorrerá nos três municípios da região do bico do papagaio no mês de junho.

Participaram da reunião além dos representantes do Inpev, inspetores agropecuários de todas as regionais da Adapec do estado,  o gerente da central de recebimento de embalagens de Pedro Afonso, Elias Riguetti e da central de Silvanópolis, Melquezedeque do Vale Nunes. 

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink