Tocantins: bezerro em alta

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Leia os Termos de Uso e a Termos de Privacidade.


CI
Boi

Tocantins: bezerro em alta

Demanda segue aquecida no mercado de reposição e as cotações estão em alta
Por:

No Tocantins a demanda segue aquecida no mercado de reposição e as cotações estão em alta. Do início do ano até aqui, todas as categorias de macho valorizaram, com destaque para o bezerro de desmama (6@) que teve uma valorização média de R$100,00 por cabeça (8,4%). Já a arroba do boi gordo, nesse mesmo período, também teve valorização (3,9%), porém, em menor patamar frente ao bezerro, diminuindo então o poder de compra do recriador e invernista. 

Em janeiro, com a venda de um boi gordo com 18@ comprava-se 2,11 bezerros de desmama (6@). Atualmente, nas mesmas condições, compra-se 2,02, ou seja, houve uma piora de 4,1% na relação de troca. Com as pastagens permitindo a retenção dos animais, no curto prazo a tendência é que a oferta de boi gordo para frigoríficos continue compassada, garantindo assim firmeza às cotações da arroba. Fator que estimula a demanda e a procura por negócios no mercado de reposição. 

Por outro lado, a oferta de bezerros de desmama tende a se incrementar nas próximas semanas. Porém, vale pontuar que o volume de bezerros entregues ao mercado este ano tende a ser menor em relação ao ano passado, pois mais fêmeas foram abatidas em 2017 diminuindo a produção de bezerros que chegarão ao mercado este ano.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink