Tocantins pode exportar carne para Taiwan
CI
Agronegócio

Tocantins pode exportar carne para Taiwan

Por:

O Tocantins exportará 30 mil toneladas de carne este ano para Taiwan. O anúncio foi feito ontem (01-03) pelos empresários Chin Shin Lin e Shen Chao Fu, que desembarcaram no domingo para conhecer de perto o potencial produtivo da pecuária tocantinense visitando o frigorífico de Gurupi (Safrigu) e fazendas produtoras de gado de corte da região. “Da próxima vez que for a Taiwan, comerá carne brasileira”, avisaram os empresários ao secretário da Agricultura do Estado, Raimundo Boi. A missão taiwanesa que veio ao Tocantins já é um resultado concreto da missão brasileira, que teve representantes tocantins, que desembarcou em solo asiátio a menos de 30 dias para tentar abrir as fronteiras da exportação da carne produzida no Brasil.

O Tocantins produz em torno de 200 toneladas de carne por ano. O potencial instalado, porém, pode duplicar a produção. Isso alimenta as ambições locais em relação o mercado asiático. O presidente da Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigu), José João Stival, aposta que próximo ano o Estado estará encaminhando 400 toneladas para o mercado de Taiwan, China e Japão.

O consumo anual e conseqüente potencial de importação das duas empresas representadas por Chin Shin Lin e Shen Chao Fu é de cerca de 120 mil toneladas por ano. “Vamos importar tudo o que pudermos”, comentaram. Antes disso, o Tocantins precisa resolver algumas questões burocráticas. A formalização do contrato com os taiwaneses depende agora de um atestado sanitário entre os dois países. Os asiáticos, sempre sacodidos por doenças em rebanhos que têm trânsito livre nos mercados domésticos, têm especial interesse na sanidade da carne que consomem. Se houver agilidade na liberação do atestado, as exportações podem começar dentro de 60 dias, segundo estimativa Stival.

O otimismo tocantinense foi reforçado pelas impressões dos taiwaneses. Eles se declararam impressionados com a qualidade do rebanho local. E manifestaram a opinião durante visita realizada ontem pela manhã em dois dos principais endereços da produção de carne do Tocantins, ambos em Gurupi. O primeiro deles foi o frigorífico Safrigo. A segunda parada dos empresários foi na fazenda Três Ramos.

Os empresários estão em busca de parceiros no Estado, para importar a carne tocantinense o mais rápido possível e na maior quantidade possível. Segundo o secretário de Indústria, Comércio e Turismo, tudo vai depender, agora, da permissão do governo tailandês, que já sinalizou positivamente, conforme informações dos empresários taiwaneses.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink