Tocantins registra queda de 15% no abate de bovinos
CI
Imagem: Pixabay
RETRAÇÃO

Tocantins registra queda de 15% no abate de bovinos

De janeiro a março deste ano foram abatidos 210.563 cabeças de gado no Tocantins
Por:

Depois de registrar uma queda de 3,2% em todo 2019, o abate de bovinos no Estado do Tocantins contabiliza mais um resultado negativo: retração de 15% nos três primeiros meses de 2020.

Dados obtidos apontam que de janeiro a março deste ano foram abatidos 210.563 cabeças de gado. Já no mesmo período do ano passado, 248.758 animais. Foram exatamente 37.313 bovinos a menos, o que resulta em percentual de 15,3%. 

A conta leva em consideração os principais frigoríficos do Estado, que têm selo do Serviço de Inspeção Federal (SIF), que podem vender para outros Estados e exterior, e são filiados ao Sindicato das Indústrias Frigoríficas de Carnes Bovinas, Suínas, Aves, Peixes e Derivados do Estado do Tocantins (Sindicarnes).

Ao fazer a comparação mês a mês, é possível constatar que houve queda gradativa em 2020 em relação ao mesmo período de 2019. Exemplos: em janeiro deste ano houve 72.705 abates. Já 2019 foram 91.014. Em fevereiro de 2020 foram contabilizados 69.688 contra 80.556 em 2019. Já no mês passado houve 68.170. E março de 2019 foram 77.188.

Os números trazem impactos, por exemplo, de duas situações vividas pelo setor de frigoríficos nos últimos meses: evasão do gado do Estado e a desaceleração da produção por causa da pandemia do novo coronavírus que afetou todo o setor produtivo no campo e na cidade. 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.