Transgênicos: Turcos desenvolvem mais vacinas contra covid
CI
Imagem: Pixabay
CORONAVÍRUS

Transgênicos: Turcos desenvolvem mais vacinas contra covid

Pesquisador trabalhou com malária, antraz e raiva
Por: -Leonardo Gottems

Os estudos iniciais de uma vacina contra COVID-19 na Universidade de Akdeniz (Turquia) foram concluídos. O Dr. Tarlan Mammedov, responsável pela equipe científica, afirma que desenvolveram 5 vacinas candidatas mais eficazes contra todas as mutações do coronavírus ao produzir proteínas a partir de folhas de plantas geneticamente modificadas, e acrescenta que tiveram sucesso com a vacina em animais e que testes em humanos começarão.

Eles realizaram estudos de vacinação de nova geração usando 3 laboratórios e 1 câmara climática usando o ' Transient Plant Expression System '. O Dr. Mammedov explicou que a planta modelo de laboratório, 'Nicotiana Benthamiana', uma parente selvagem do tabaco, foi cultivada na câmara climática com fertilizantes contendo uma formulação especial em um nível de umidade de 50-60% em 22-24 graus e atingiu um certo tamanho.

O Dr. Mammedovtrabalhou anteriormente na produção de antígenos obtidos em plantas para gerar vacinas candidatas contra patógenos como malária, antraz e raiva, está aplicando a mesma abordagem para Covid-19. Ele afirma que, por meio da engenharia genética, a planta é geneticamente modificada, que se reorganiza e produz novas proteínas em suas folhas. Ele salienta que produziram 5 tipos de vacinas candidatas em resultado da análise necessária e que as vacinas desenvolvidas contêm proteínas que seriam eficazes contra todas as mutações do coronavírus; Ele também anunciou que eles tiveram sucesso em experimentos com animais e que os testes de vacinas humanas começarão.

Além disso, ele  explicou que eles tiveram sucesso nos estudos de vacinação que começaram em abril e desenvolveram 5 vacinas candidatas. Ele afirma que 3 das vacinas candidatas foram aprovadas em testes em animais: “Com base nos resultados dos testes em animais, demonstramos que as vacinas candidatas contra o coronavírus produzem grandes quantidades de anticorpos funcionais em animais. Depois disso, podemos passar para os testes em humanos”. 
 


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink