Transgênicos devem exceder 200 milhões de ha até 2015
CI
Agronegócio

Transgênicos devem exceder 200 milhões de ha até 2015

O aumento da produção de grãos deve abrir as portas para os transgênicos
Por:

A recente disputa global por terras para o plantio de grãos voltados à alimentação ou produção de biocombustíveis deverá abrir de vez as portas para os transgênicos no mundo, na avaliação do Serviço Internacional para a Aquisição de Aplicações em Agrobiotecnologia ( ISAAA ), baseado em Nova York, nos Estados Unidos. Clive James, presidente do conselho de administração do ISAAA, estima que a área cultivada com transgênicos deverá superar 200 milhões de hectares até 2015. "Haverá um rápido avanço no cultivo de culturas geneticamente modificadas em países como Estados Unidos, Canadá, Austrália e países em desenvolvimento, como Brasil, China e Índia", afirmou James, em entrevista concedida por telefone.

Hoje existem 16 variedades de alimentos aprovados no mundo para plantio comercial, mas apenas oito são cultivados - soja, milho, algodão, canola, alfafa, arroz, mamão papaya e abóbora. Na safra 2006/07, a área cultivada com transgênicos no mundo atingiu 102 milhões de hectares, tendo como principais culturas a soja, que respondeu por 62% do total cultivado, milho (22%), algodão (11%) e canola (5%). Em relação à produção total de cada cultura, 59% da soja cultivada no mundo é geneticamente cultivada. Esse índice é menor no milho (27%), no algodão (27%) e na canola (18%). Para os próximos oito anos, o ISAAA prevê a aprovação em ritmo mais rápido de novas variedades, especialmente nos países da Ásia, América Latina e África. No caso brasileiro, ele cita o lançamento, até 2010, de variedades de cana mais produtivas e tolerantes a doenças. No mundo, no entanto, a expansão ainda ficará concentrada em soja, cana, trigo e arroz.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink