Transporte de soja pelo trem é assegurado no Mato Grosso


Agronegócio

Transporte de soja pelo trem é assegurado no Mato Grosso

Por:
20 acessos

Acidente com duas composições em Inocência não compromete escoamento da safra de Mato Grosso.

A meta de escoamento da soja de Mato Grosso para o porto de Santos (SP) e o suprimento de combustível da refinaria de Paulínia para a base da Companhia de Petróleo Ipiranga em Alto Taquari não serão prejudicados pela colisão, ontem, de duas composições da Ferronorte em Inocência (MS). A garantia foi dada pelo diretor de Assuntos Institucionais da ferrovia, Sérgio Ricardo Freitas de Souza.

O acidente, sem vítimas, envolvendo duas composições, aconteceu por volta de 6 horas de ontem, no Km 81 da ferrovia, no município de Inocência, em Mato Grosso do Sul, num ponto distante 310 km de Alto Taquari.

Os dois comboios da Ferronorte trafegavam no sentido São Paulo-Mato Grosso, com quatro maquinistas nas duas locomotivas; nenhum deles sofreu ferimento grave. Todos foram atendidos em hospitais da regi��o e posteriormente foram levados aos seus domicílios.

Uma das composições puxava 35 e outra 27 vagões carregados com milhões de litros de combustível para a base em Alto Taquari. Por razões que estão sendo investigadas pela ferrovia e por autoridades policiais, o maquinista do comboio que seguia o outro, bateu contra o último vagão daquele.

O trabalho de investigação da causa do acidente será facilitado porque as locomotivas são equipadas com uma espécie de "caixa preta ferroviária", chamada registrador de eventos. Esse equipamento grava conversas nas cabines e com as estações, e armazena numa memória o funcionamento elétrico e mecânico do comboio.

Na colisão, uma locomotiva e seis vagões foram destruídos pela explosão e outros sofreram danos. Os demais vagões foram retirados do local por técnicos da ferrovia com apoio do Corpo de Bombeiros e de funcionárias de prefeituras da região.

Os trilhos não foram comprometidos pelo incêndio, mas "alguns dormentes deverão ser substituídos", salientou Sérgio Ricardo. A Ferronorte lamentou o acidente e sustenta que o mesmo não causou impactos ao meio ambiente, "porque não houve vazamento combustível".

O tráfego no ponto da colisão foi interrompido durante o dia e deverá ser liberado nessa tarde. A interrupção do fluxo de comboios nos dois sentidos não compromete a meta da Ferronorte de transportar 600 mil toneladas de soja neste mês, além de outros produtos agrícolas, insumos e combustível.

A soja continua sendo embarcada normalmente em Mato Grosso. E a previsão da Ferronorte é transportar neste ano 6 milhões de toneladas de grãos, plumas, farelo de soja, insumo e combustível ao longo dos 1.400 km da ferrovia, de Alto Araguaia a Santos, revela Sérgio Ricardo.

Matriz de transporte - A ferrovia é a mais nova e importante matriz de transporte de Mato Grosso. Pelos trilhos da Ferronorte o estado recebe mensalmente 70 milhões de litros de gasolina e diesel para a base em Alto Taquari. Esse volume transportado representa a metade do consumo mensal do estado, estimado em 110 milhões de litros de óleo diesel e 27 milhões de litros de gasolina.

A Ferronorte ainda responde pelo abastecimento de insumos da Cargill Agrícola e da Galvani Fertilizantes, ambas em Alto Araguaia. Por seus trilhos Mato Grosso deverá escoar para Santos 4,5 milhões de toneladas de soja da safra em curso estimada em 12,9 milhões de toneladas.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink