Tratamento com células-tronco resulta na eficiência dos equinos

Agronegócio

Tratamento com células-tronco resulta na eficiência dos equinos

Pesquisas demonstram considerável melhora na funcionalidade do tecido lesionado
Por:
2114 acessos
A Celltrovet é a única empresa de pesquisa, desenvolvimento da terapia celular com células tronco no Brasil, com serviços direcionados ao mercado veterinário tanto de pequenos como de grandes animais. Fundada há cinco anos, a empresa conta com tecnologia de ponta para extração, isolamento e caracterização de células-tronco adultas e apresenta uma exclusividade ao mercado: um serviço composto por 100% de células-tronco, isoladas de gordura ou polpa dentária, previamente caracterizadas, que resulta em um tratamento mais eficiente e uma recuperação mais rápida e segura do animal.

Animais de grande porte como cavalos, por exemplo, que participam de competições envolvendo atividades físicas, podem ter sua performance levada ao limite, acarretando em diversos tipos de lesões que preocupam tanto os proprietários quanto os médicos-veterinários. Na maioria dos casos, as lesões provocam queda no seu desempenho esportivo impedindo-o de se manter competitivo. Atualmente, as lesões tendíneas, ligamentares e articulares são as de maior incidência nestes animais, o que leva à “aposentadoria” prematura de diversos equinos.

As terapias tradicionais ajudam a minimizar o processo inflamatório e a dor, mas não influenciam na regeneração do tecido lesionado. Isso colabora para formação de cicatrizes, que resulta na perda parcial ou total da função tecidual. Um bom exemplo são as lesões tendíneas, nas quais a cicatriz é constituída de fibras menos organizadas e uma menor concentração de colágeno, colaborando para a não restauração da morfologia e da força do tendão, o que o torna mais suscetível a novas lesões.

Como esses animais tem um alto valor de mercado, seus donos estão cada vez mais, buscando novas alternativas de tratamentos que propiciem resultados mais efetivos. As pesquisas desenvolvidas pela Celltrovet demonstram uma considerável melhora na funcionalidade do tecido lesionado assim como uma acentuada redução no tempo de recuperação do animal. Além disso, a empresa vem desenvolvendo protocolos para o tratamento de diversas patologias, os quais têm resultado na melhoria da qualidade de vida cavalos, como: lesões tendíneas, lesões ligamentares, osteoartrites, osteocondrose (OCD), fraturas e fissuras e lesões no menisco.

Apesar da grande eficiência no tratamento das lesões acima citadas, as pesquisas atuais abrem possibilidades para a cura de outras patologias. Dentre as mais promissoras estão: obstrução pulmonar crônica (COPD), lesões neurológicas, lesões cardíacas e laminite. Para que todos os tratamentos sejam eficazes e seguros, foram estabelecidos pela Celltrovet diversos fatores como: aplicação do concentrado composto por 100% de células-tronco não modificadas geneticamente, o acompanhamento do quadro clínico do animal e a execução de rigorosos protocolos de processamento e métodos de controle de qualidade.

A Celltrovet tem como método não utilizar a medula óssea para a obtenção de células-tronco, para o bem estar do próprio animal. Segundo Enrico Santos, Diretor de Inovação Tecnológica da Celltrovet, este processo é muito invasivo e que gera uma dor prolongada para o animal. Além disso, este método contém uma baixa taxa de células-tronco (uma célula-tronco para cada 10.000 células mononucleares).

“Com isso, nós procuramos ter como meta o desenvolvimento de uma tecnologia que permita uma eficiente obtenção de células-tronco de forma o menos invasiva possível e com o mínimo desconforto para o animal. Devemos ressaltar também que esta metodologia não resulta em qualquer tipo de sofrimento para o animal tanto durante como após a extração da gordura. Além disso, demos importância ao fator estético, pois nossa metodologia permite que o local da incisão não fique visível mesmo após a cirurgia. O sucesso da biópsia depende da temperatura, tempo, manuseio e brevidade do processo de cultura do tecido, portanto, o manuseio apropriado do animal e do tecido irá aumentar a chance de sucesso”, finaliza o diretor.

No procedimento realizado pela Celltrovet para obtenção das células-tronco de eqüinos, é inicialmente aplicada uma anestesia no local onde será retirado um fragmento de gordura por meio de uma pequena incisão com auxilio de um bisturi. Em seguida, o fragmento será cuidadosamente transportado para o laboratório utilizando materiais específicos. No laboratório, o material será processado para o isolamento das células-tronco que serão caracterizadas, expandidas e estocadas em seguida no botijão de nitrogênio líquido, para assim, serem aplicadas nos eqüinos.

As informações são da assessoria de imprensa da Celltrovet.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink