Colheita

Trégua no clima favorece manejo da florada do café para colheita de grãos de qualidade

Após primeiras chuvas, produtores precisam aproveitar condições do solo para potencializar produtividade
Por:
239 acessos

Até dezembro, dependendo do clima, as lavouras de café podem ter uma média de duas floradas, que serão fundamentais para o desenvolvimento dos frutos e a qualidade dos grãos. O cenário já se mostra favorável em decorrência das recentes chuvas no Sudeste, após um longo período seca, o que melhorou as condições do solo para fortificar o florescimento das plantas. Para aproveitar as primeiras chuvas e potencializar a produtividade, os cafeicultores precisam estar atentos às práticas no campo, principalmente evitando o estresse das plantas e propiciando o balanceamento hormonal para o pegamento dos frutos.


 
O manejo desses aspectos nesta etapa da produção são importantes para auxiliar na padronização das flores que têm interferência direta na qualidade do grão. “O florescimento é a fase em que se inicia com a emissão dos botões florais e termina com a queda das pétalas. Ocorre a fecundação do óvulo e início do desenvolvimento do ovário, que dará origem ao fruto do café. Se isso ocorrer de uma forma mais balanceada, há um desenvolvimento mais padronizado, pois se um fruto desenvolve antes que o outro, o período de maturação será diferente, afetando a qualidade dessa bebida lá na frente”, explica o engenheiro agrônomo Marcos Revoredo, gerente técnico da Alltech Crop Science.
 
Entre as ferramentas que podem ser aplicadas pelos produtores como alternativa na manutenção da produtividade e da uniformidade de maturação está a utilização de aminoácidos e extratos de plantas. Além disso, essas estratégias são importantes na sinalização do estímulo para que a planta produza o balanço hormonal adequado, a fim de minimizar o estresse. Com isso, acontecerá maior regulação do fluxo da seiva na planta, proporcionando melhor pegamento e desenvolvimento dos frutos.

 
Outro cuidado necessário durante a florada é a prevenção de possíveis doenças que podem antecipar a queda das flores ou problemas no fruto. Segundo Revoredo, durante esse período, a planta requer muitos elementos nutricionais decorrentes de uma necessidade fisiológica. “Se o produtor colher os frutos ainda verdes vai ter menor qualidade, assim como se não tiver regularidade durante o florescimento dos frutos”, destaca o especialista.
 
Já no intervalo das floradas o cafeicultor precisa estar atento a possibilidade de, em breve, ter outra florada, por isso, precisa aproveitar o potencial de florescimento de maneira vigorosa para segurar essas flores. “Provavelmente, vamos passar por um outro momento de veranico e em novembro teremos mais chuva. Com isso pode chegar outra florada, então é importante nesse momento reduzir esse estresse fisiológico e promover um balanceamento hormonal para proporcionar esse melhor pegamento dos frutos”, conclui Revoredo.

 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink