Treinamento de Casqueamento e Ferrageamento atende agricultores na Paraíba

Agronegócio

Treinamento de Casqueamento e Ferrageamento atende agricultores na Paraíba

O treinamento teve três dias de duração, sendo o primeiro de conteúdo teórico e os outros dois dedicados a aulas práticas.
Por:
487 acessos

Agricultores de quatro municípios do Brejo e Agreste da Paraíba foram beneficiados pelo treinamento de “Casqueamento e Ferrageamento de Equídeos” promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR-PB) na última semana, entre os dias 28 e 30 de julho de 2016 em Alagoa Grande. Além de produtores da cidade onde a atividade aconteceu, também participaram alunos de Gurinhém, Alagoinha e Areia. Ao todo, foram 17 estudantes que aprenderam e aperfeiçoaram práticas de manutenção a saúde dos animais. O treinamento teve três dias de duração, sendo o primeiro de conteúdo teórico e os outros dois dedicados a aulas práticas.

O objetivo do treinamento foi profissionalizar pessoas do campo e ensiná-las a gerar fonte de renda com essa atividade. Segundo o instrutor do treinamento, Marcelo Hipólito, o profissional iniciante pode cobrar R$ 25 pelo casqueamento e R$ 70 (ferrageamento) e fazer entre 6 e 8 atendimentos diários, o que dá uma renda mínima de três mil reais para o casqueador, isso considerando uma rotina de trabalho de segunda a sexta, com o número mínimo de atendimento. Pessoas mais experientes conseguem realizar de 10 ou mais, podendo trabalhar de acordo com a demanda.

Mas além da técnica, os alunos também aprenderam sobre outros aspectos do animal e também sobre a importância do uso de equipamentos de proteção individual (EPI). “No treinamento nós também falamos sobre a importância da preservação do casco, através da higiene do membro; sobre do ambiente onde o equino circula; sobre nutrição e genética animal, para que com isso, possam desenvolver estratégias para suprir as carências com aditivos ou biotina adicionada à ração e a relação e influência de tudo isso com casco. Mostramos amplas possibilidades para que o animal se torne útil e disponível sem que o casco traga alguma limitação para ele”, enfatizou o instrutor.

Para a aluna Lidiane Rodrigues, o treinamento foi importante porque com a capacitação aprendeu a forma correta de aplicação dos medicamentos nos animais que ela possui. “Apesar de na bula já vir explicando o modo de aplicação, sempre resta uma dúvida. Se aplicarmos de maneira errada, acabamos prejudicando ainda mais a saúde do animal e isso não é interessante. E nesse curso aprendi exatamente a rotina certa de como cuidar dos equídeos”, disse.

O treinamento foi acompanhado pelo grupo de novos colaboradores do SENAR-PB que visitou a cidade para conhecer o trabalho de um sindicato rural. A região de Alagoa Grande se caracteriza pelo uso de equinos para diversas atividades na agricultura, pecuária e vaquejadas. “Para nós é muito gratificante ver pessoas de outros municípios da região vislumbrando uma oportunidade de melhoria de vida. Isso nos realiza e é para isso que a gente existe”, comentou o presidente do Sindicato de Alagoa Grande, Vanildo Pereira.

Luiz Fernando, que também foi aluno do treinamento, atua profissionalmente como carpinteiro e vaqueiro, mas atualmente está desempregado e encontrou nessa capacitação uma possibilidade de aumentar sua empregabilidade. Para ele, só é bom profissional quem se empenha para isso. “Você só é o que você faz, pois se você for um bom profissional vai ser reconhecido como tal. Eu me espelho no instrutor, que é um ótimo zootecnista e professor, que usa uma metodologia fácil para passar seus conhecimentos e que nos qualifica como ninguém”, disse.

Se você tem interesse nessa área, o treinamento de Casqueamento e Ferrageamento tem 24h de carga horária e pode ser solicitado através do Sindicato dos Produtores Rurais mais próximo da sua cidade.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink