Três pessoas são presas com agrotóxicos contrabandeados em Rondonópolis (MT)
CI
Agronegócio

Três pessoas são presas com agrotóxicos contrabandeados em Rondonópolis (MT)

Por:

A Polícia Federal de Rondonópolis, no Mato Grosso, prendeu três pessoas em flagrante por venda e receptação de cerca de 100 quilos de agrotóxicos contrabandeados. O produto, oriundo do Uruguai, seria repassado a uma revenda em Jaciara.

Foram presos Edmilson Araújo da Fonseca, Geovani Cézar da Silva e Valdir Luiz Scarton. Os dois primeiros foram surpreendidos por uma equipe da PF no momento em que faziam a entrega do material, na empresa do terceiro envolvido.

Há 15 dias, Araújo da Fonseca já havia sido preso pelo mesmo crime, relata o delegado Alex Sandro Biegas, que coordenou a operação. “A equipe voltava de uma missão, percebeu que ele entrou no carro do Geovani e resolveu segui-los”.

No caminho para Jaciara, a dupla usou de um desvio para evitar o posto da Polícia Rodoviária Federal. Na cidade, o destino foi a R.S. Representações, de Scarton. “Eles foram direto à empresa dele. Foram abordados carregando o material para dentro da firma”.

Após serem ouvidos, os três foram levados para a Cadeia Pública de Rondonópolis. Nos depoimentos, algumas contradições. Edmílson se disse inocente e apontou o parceiro como único responsável pela carga de agrotóxicos. Geovani e o empresário seguiram o caminho inverso, alegando ser ele o responsável por toda a negociação do produto. Araújo havia sido preso pela PRF em uma blitz montada na BR-070. Ele seguia para Primavera do Leste, em uma caminhonete cheia de herbicidas ilegais.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink