Trigo “bom/excelente” cai para 91% no Paraná

Agronegócio

Trigo “bom/excelente” cai para 91% no Paraná

Bem acima do ano passado
Por: -Leonardo Gottems
1221 acessos

Começam a surgir os primeiros dados sobre os danos causados pelo clima adverso sobre o trigo no Paraná – o maior produtor brasileiro do cereal de inverno. Geada, chuva, vento forte e granizo baixaram em quatro pontos percentuais as lavouras em “boas/excelentes” condições, que agora representam 91% do total.

Apesar da baixa, o índice ainda é muito superior aos 77% registrados na mesma semana do ano passado. As lavouras em condição mediana subiram de 6% para 9% (contra 21% da temporada anterior na mesma época). A condição ruim continua zero, contra 2% na mesma semana do ano passado. 

“Tudo isto mostra que a colheita está atrasada no estado, mas continua mantendo a boa qualidade. O estado colheu 8%, ou cerca de 268 mil toneladas até o dia de hoje, a maioria no norte do estado, contra 22% do ano passado. As lavouras que ainda não foram colhidas encontram-se 10% em desenvolvimento vegetativo, 12% em floração, 37% em frutificação e 41% em maturação”, aponta o analista sênior da Consultoria Trigo & Farinhas.

Segundo ele, continuando assim é possível esperar que se cumpram as expectativas da Secretaria da Agricultura do Paraná de colher por volta de 3,34 milhões de toneladas. A capacidade de moagem é de cerca de 2,5 milhões/t, devendo sobrar apenas 500 mil toneladas de trigo paranaense para ser comercializado com outros estados.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink