Trigo em fartura
CI
Agronegócio

Trigo em fartura

Colheita tende a crescer 21,5% sobre 2013
Por:
Efeito da renovação dos canaviais não é para tanto, conforme o setor privado.Além de elevar sua estimativa da soja – de 85,44 milhões para 86,08 milhões de toneladas, confirmando expansão de 5,6% em relação à safra passada –, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apontou crescimento no trigo em relatório divulgado ontem, o 7º da temporada 2013/14. Números recordes da triticultura são confirmados num momento de preços remuneradores.

O plantio do cereal é 14,2% maior e a colheita tende a crescer 21,5% sobre 2013, para históricos 6,7 milhões de toneladas, aponta a Conab. A única vez que em o Brasil ultrapassou 6 milhões de toneladas de trigo foi em 2004 (6,07 milhões de t). A área já foi maior por diversas vezes, mas os 2,52 milhões de hectares são a maior lavoura desde 2005 (2,76 milhões de ha).

A Conab considera que o Paraná está plantando 1,22 milhão de hectares (+22%) e o Rio Grande do Sul, onde os preços estão mais baixos, 1,12 milhão de ha (+8%). O setor pediu reajuste de 19,6% no preço mínimo e conseguiu apenas 5% – a saca passou de R$ 31,86 para R$ 33,45. Por enquanto, o mercado aberto está pagando mais: R$ 43,29 na média paranaense e R$ 33,50 na gaúcha.

Margem

R$ 9,85 por saca de trigo além do preço mínimo vêm sendo pagos no Paraná. Essa diferença indica que o estado, que abre a colheita na América do Sul, tem boas chances de uma colheita lucrativa.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink