Trigo importado paralisa negociações no mercado físico
CI
Agronegócio

Trigo importado paralisa negociações no mercado físico

Intervenção do governo é decisiva, diz Cepea
Por:
As negociações do trigo no mercado físico brasileiro estão praticamente paralisadas em função de intervenções do governo, que permitiu a entrada de produto importado, disse o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) nesta terça-feira.

Segundo o centro, várias cooperativas do Paraná e do Rio Grande do Sul começaram a reduzir seus preços, enquanto outras chegam até a não indicá-los.

A limitação da liquidez seria um reflexo da isenção da Tarifa Externa Comum (TEC) para a importação de 1 milhão de toneladas de trigo de países não pertencentes ao Mercosul, explicou.

No mercado spot as cotações registraram apenas pequenas variações. Na última semana, no Paraná, o preço médio do trigo no mercado balcão ficou estável e no de lotes recuou 0,8 por cento. O mercado gaúcho também registrou uma queda, de 0,4 por cento no mercado balcão e 0,3 por cento no de lotes. Em São Paulo os preços médios ficaram praticamente estáveis, caindo 0,1 por cento.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.