TPP

Trump manda negociar retorno à parceria transpacífica

Trump cede à pressão de republicanos
Por: -Leonardo Gottems
276 acessos

O presidente americano Donald Trump mandou renegociar a entrada dos Estados Unidos na Parceria Transpacífica (TPP) como forma de contra-atacar a crescente influência da China na região do Oceano Pacífico. Ele instruiu aos assessores Larry Kudlow, Diretor do Conselho Econômico da Casa Branca, e o Representante Comercial dos Estados Unidos Robert Lighthizer comecem a trabalhar em um acordo comercial com Japão, Vietnã e outros nove países, segundo o Senador Ben Sasse. A negociação havia sido cancelada no início da gestão Trump. 

“A melhor coisa que os Estados Unidos podem fazer para pressionar contra a fraude chinesa é liderar os outros 11 países do Pacífico que acreditam em livre comércio e império da lei”,  disse Sasse. “É uma boa notícia que o presidente deu essa missão a Larry Kudlow e Lighthizer para negociar a entrada dos Estados Unidos no TPP”, acrescentou.

A argumentação da Casa Branca para reavivar a discussão é de que o presidente Donald Trump buscará um acordo muito melhor do que o feito originalmente pela administração Obama. Mas analistas dizem que a pressão teria sido muito forte de senadores republicanos, especialmente os ligados ao agronegócio, como Pat Robert, Republicano do Kansas.

“O presidente Donald Trump escutou aqueles que como nós representamos os produtores rurais e escutou nosso chamado por comércio, e não subsídios. Muitos de nós pedimos a administração para se engajar com os países do TPP, sendo uma negociação bilateral ou multilateral”, disse Roberts ao site Agripulse. 
 

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink