Tucunduva/RS celebra colheita da uva na 2ª edição da Vendimia


Agronegócio

Tucunduva/RS celebra colheita da uva na 2ª edição da Vendimia

Com 35 hectares da cultura plantados em Tucunduva, a expectativa é de que seja colhida uma produção superior à do ano passado
Por:
1600 acessos
Os 35 produtores de uva e vinho de Tucunduva, Tuparendi, Porto Mauá e Três de Maio, associados à Coopervino, estão em festa. Com 35 hectares da cultura plantados em Tucunduva, a expectativa é de que seja colhida uma produção superior à do ano passado. A celebração da colheita é chamada pelos italianos de Vendimia, termo que deu nome ao evento que, em sua segunda edição, contou com público de quase mil pessoas nas últimas quinta e sexta-feira de 2011 (29 e 30/12).


Segundo o engenheiro agrônomo e assistente técnico regional (ATR) em Fruticultura, Gilmar Vione, Tucunduva é o maior produtor de uva e vinho entre os municípios de abrangência do escritório regional da Emater/RS-Ascar de Santa Rosa, com um total de 40 produtores e produção de 525 toneladas em uma área de 35 hectares, gerando uma média de 13 t/ha. “A região toda conta com uma área total de 79,10 hectares que, na última safra, produziu cerca de 1,1 mil toneladas”, destacou. Enquanto a produtividade média do Estado ficou em 18 t/ha para a uva de indústria e 16 t/ha para as variedades de mesa, os 129 produtores da região conquistaram uma média satisfatória para parreirais recém iniciados, que não atingiram o auge de produtividade: 13,5 t/ha (indústria) e 10,8 t/ha (mesa).

Vione explicou ainda que a estiagem não é condição favorável a nenhuma cultura, mas que no caso da uva, a não ocorrência de chuvas neste período de maturação favorece a sanidade e aumenta o teor de açúcar. “O que reflete em melhor qualidade, tanto da fruta fresca quanto dos seus derivados (vinhos, sucos, geléias)”, avaliou o ATR.


O pequeno produtor e presidente da Coopervino, Lauro José Grando, está otimista quanto aos resultados dessa safra. “Em algumas propriedades, a produtividade de determinadas espécies ficará entre 18 a 20 t/ha”, comemorou. Já o presidente da Prodemirs e vice-presidente da cooperativa, Djalma Turra, destacou os avanços na produção de vinho. “Hoje em dia não se esmaga mais a uva com os pés, mas sim com o pensamento e a inteligência. É preciso muito estudo e conhecimento, aperfeiçoamento, assistência técnica e qualificação tecnológica para a elaboração de um bom vinho, levando em conta o aspecto da uva, como grau da doçura e correção da acidez”, enfatizou.

Por isso, Turra defende o aumento da participação das universidades. “Elas precisam ter maior participação como pesquisadoras. Tem de sair do campus, trabalhar com a extensão”. Para ele, a Vendimia é a oportunidade de divulgar que o município não tem uva só no nome. E que a região pode sim ser também produtora de vinho.



“Colhe e pague”
A festa conta com exposição e degustação de geléias, sucos, vinhos, vinhos doces (caldo que ainda não completou a fermentação) e outros produtos coloniais. “Os visitantes também podem comprar uvas no sistema ‘colhe e pague’”, destacou o engenheiro agrônomo e chefe do escritório municipal da Emater/RS-Ascar de Tucunduva, Jonas da Silveira. O evento busca ainda mostrar a importância de agregar valor à produção por meio de produtos agroindustrializados e incentivar a produção diversificada como alternativa de renda.

Agroindústria à vista
A segunda edição da Vendimia, bem como a primeira, foi realizada na propriedade modelo de Roque Cembranel, produtor que doou uma área de um hectare para a construção da agroindústria da Coopervino. Segundo Grando e Turra, o projeto está em fase final de licenciamento ambiental e, com a certificação do Ibama e da Fepam, deve começar a ser construída ainda em janeiro de 2012. O evento é uma ação do Programa de Desenvolvimento Microrregional Sustentável (Prodemis), da Coopervino do Círcolo Trentino di Tucunduva, com apoio da Emater/RS-Ascar.


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink