UE amplia número de zonas de risco da Peste Suína Africana

Suínos

UE amplia número de zonas de risco da Peste Suína Africana

Devem ser demarcadas novas zonas de risco elevado com uma dimensão suficiente na Lituânia, na Hungria, na Polónia e na Bulgária
Por:
83 acessos

Foi publicada no dia 12 de março uma nova decisão  relativa a medidas de polícia sanitária contra a peste suína africana em determinados Estados-Membros da União Europeia. Segundo o documento devido a recente evolução epidemiológica da doença, e para combater os riscos associados à propagação da doença de forma proativa, devem ser demarcadas novas zonas de risco elevado com uma dimensão suficiente na Lituânia, na Hungria, na Polónia e na Bulgária.

No passado mês de fevereiro, ocorreram novos casos de peste suína africana em suínos selvagens na Hungria e na Polónia. Estes casos de peste suína africana em suínos selvagens constituem um aumento do nível de risco, defende a Comissão Europeia no documento.

Ainda de acordo com o documento o risco de propagação da peste suína africana na fauna selvagem está associado à propagação lenta natural dessa doença entre as populações de suínos selvagens, o que justifica a ampliação das zonas riscos.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink