Um espaço privilegiado para o pequeno produtor
CI
Agronegócio

Um espaço privilegiado para o pequeno produtor

Público vai encontrar diversas alternativas para a agricultura familiar na área da produção e da criação
Por:
No Espaço da Família Rural, coordenado pela Emater/RS-Ascar, o público vai encontrar diversas alternativas para a agricultura familiar na área da produção e da criação, sugestões para geração de renda e qualidade de vida

O Recanto Temático, um dos locais sempre muito visitados na feira, promete novamente ser diferencial. Desenvolvido neste ano pela parceria Cotrijal, Emater e Coprel, o espaço vai trabalhar o tema “O sistema cooperativo de produção e distribuição de energia”, mostrando a força do cooperativismo também nesta área. O tema foi definido em virtude das comemorações do Ano Internacional das Cooperativas.


Em seu quinto ano, e já consolidado como um ponto de encontro de pessoas de todas as idades e de diferentes procedências, o Pavilhão da Agricultura Familiar, que reúne agroindústrias e artesanato rural, irá mostrar o potencial da pequena propriedade na produção e transformação de produtos. O local, com cerca de 120 estandes, é propício a troca de experiências entre expositores, contatos, vendas e abertura de novos mercados.

Para este ano, a área da Emater, que é de aproximadamente dois hectares, vai contemplar de forma mais enfática a agricultura familiar. Uma das novidades é a Propriedade Familiar Sustentável, que procurará mostrar uma propriedade rural familiar e todos os seus componentes de produção, visando a adequação ambiental, a qualidade de vida e a produção sustentável.


Na parcela das Florestas Comerciais, os temas serão a produção de mel em bosque de eucalipto, sistema agroflorestal com citros e sistema agrossilvipastoril, produção de carvão e ácido pirolenhoso, além de erva-mate, eucalipto, pinus, produção de mudas florestais, porongo, produção moveleira de bambu, frutíferas nativas e serraria móvel.

Outro destaque fica por conta do Horto das Plantas Bioativas, onde o enfoque será a fitoterapia animal, ou fitozooterapia, e a utilização das plantas medicinais na atividade rural, com o objetivo de combater a enfermidade em animais. Serão realizadas duas oficinas por dia, às 10h e às 14h30.


E a Cozinha Didática vai abordar a alimentação com base em abóboras, com quatro oficinas diárias, que vão ensinar a elaboração de receitas doces e salgadas. Haverá ainda as parcelas de Piscicultura; Bovinocultura de Leite; Secagem e Armazenagem de Grãos com uso de Energia Solar; Fruticultura; Horticultura; Turismo Rural. Todos os anos, a equipe da Emater/RS-Ascar busca novos enfoques, levando novas alternativas aos agricultores.
Para que mais agricultores familiares possam ver todas essas atividades e adquirir conhecimento, os extensionistas dos escritórios municipais da Emater/RS-Ascar estão organizando excursões. A mobilização do público assistido faz parte do trabalho da extensão rural, visto que é uma forma de propiciar a transferência de informações, por meio da feira.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.