União Européia mantém protecionismo

Agronegócio

União Européia mantém protecionismo

Em 2001, a UE se comprometeu a acabar com seu sistema de cotas de importação e trocá-lo por um modelo de cotas únicas
Por:
1 acessos

A União Européia (UE) lamentou que os países exportadores de banana tenham recorrido à Organização Mundial de Comércio (OMC) para decidir se a imposição de tarifas de importações estão de acordo com as práticas comerciais justas de comércio.

Na semana passada, Equador, Colômbia, Costa Rica, Panamá, Honduras e Guatemala pediram à OMC que avaliasse a tarifa de € 230 a tonelada recentemente imposta pela União Européia.

Em 2001, a UE se comprometeu a acabar com seu sistema de cotas de importação e trocá-lo por um modelo de cotas únicas até 2006.

"O regime de importação de bananas da UE está mudando, mas o nível de proteção não está aumentando", disse Marianne Fischer Boel, comissária agrícola do bloco econômico de 25 países.

A nova tarifa de importação, anunciada em janeiro, é produto de negociações com exportadores de banana de todo o mundo.

As partes envolvidas têm 30 dias para indicar ou árbitro, caso contrário ele será apontado pela própria OMC. O árbitro terá 90 dias para chegar a uma conclusão sobre o caso.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink