UNICA lamenta a morte de Cândido Toledo, um dos precursores do setor
CI
Agronegócio

UNICA lamenta a morte de Cândido Toledo, um dos precursores do setor

O Toledo foi uma liderança desde o início do Programa Nacional de Álcool, o Próalcool, disse Antonio de Padua Rodrigues
Por:
O setor sucroenergético brasileiro perdeu na última quarta-feira (12-01) em Maceió (AL) um de seus mais renomados pioneiros. Assim reagiu a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) ao falecimento do empresário e professor Cândido Ribeiro Toledo, de 84 anos. O diretor técnico da UNICA, Antonio de Padua Rodrigues, lembra que ele foi um dos idealizadores do Sistema de Pagamento de Cana pelo Teor de Sacarose, hoje conhecido como Consecana, um instrumento de extrema relevância para o desenvolvimento do setor sucroenergético nacional nas últimas três décadas.


“O Toledo foi uma liderança desde o início do Programa Nacional de Álcool, o Próalcool, em 1975, uma pessoa que contribuiu fortemente para a disseminação da atividade sucroenergética no Brasil. O Consecana incentivou a busca por maior produtividade de cana, possibilitou a expansão de toda a indústria, e só foi possível com a ajuda dele,” afirma Rodrigues.

Candido Toledo, neto de senhores de engenho, ganhou notoriedade no setor e foi homenageado na primeira edição do Prêmio TOP Etanol, evento organizado pelo Projeto AGORA em junho de 2010, em São Paulo. Na ocasião, o empresário foi reconhecido como personalidade do ano na área de Tecnologia, na qual atuava desde 1965.


Vitima de leucemia, doença que enfrentava há cerca de dois anos, o extenso currículo do professor se divide entre a vida acadêmica, pública e privada. Conselheiro do Sindicato da Indústria do Açúcar e do Álcool no Estado de Alagoas (Sindaçúcar–AL) e da Cooperativa dos Produtores de Açúcar e Álcool de Alagoas, ele atuou como secretário de Indústria e Comércio do governo alagoano na década de 1980.

Nascido no município de Cajueiro, em Alagoas, no dia 26 de maio de 1927, era formado em Engenharia Mecânica e Elétrica pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (POLI-USP). Foi auxiliar de ensino e professor assistente do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e coordenador do curso de Engenharia de Equipamentos do Centro de Pesquisas da Petrobrás. Foi também membro do Conselho Deliberativo do Instituto do Açúcar e do Álcool (IAA) e do Conselho de Energia da Confederação Nacional da Indústria e do Conselho Nacional do Álcool do Ministério das Minas e Energia.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.