Uruguai deve fornecer trigo ao Brasil

COMÉRCIO

Uruguai deve fornecer trigo ao Brasil

Isso porque o Paraguai, atual fornecedor, sofreu muitos danos climáticos
Por: -Leonardo Gottems
570 acessos

Receba Notícias como esta por email

Cadastre-se e receba nossos conteúdos gratuitamente

O Uruguai deve substituir o Paraguai como principal fornecedor de trigo do Brasil na safra 2018/2019. De acordo com informações divulgadas pelo especialista Luiz Fernando Pacheco, analista da T&F Consultoria Agroeconômica, a safra uruguaia de trigo para 2018/19 se aproxima de um novo recorde de produção, com ótimas condições climáticas e a perspectiva de excelentes rendimentos, pelo menos em relação aos últimos três anos. 

Segundo Esteban Hoffmann, professor da Faculdade de Agronomia, no Uruguai, o país está próximo de conseguir a quebra de um recorde de produção se chegar aos 4.000 kg/hectare. Em entrevista para um programa de rádio local ele informou que o recorde anterior ocorreu em 2015.  

“Até agora e dos melhores anos, entre os recentes. Os cultivos em geral estão muito bons. Estamos avançados em plena fase de enchimento de grãos. A safra se definirá nas próximas semanas, com boas perspectivas na medida em que as condições climáticas continuem acompanhando as expectativas, com chuvas moderadas e temperaturas temperadas”, comenta. 

De acordo com Pacheco, a safra uruguaia poderá atingir cerca de 800 mil toneladas de produção de trigo neste ano, e que o estoque inicial poderia ser ao redor de 100 mil toneladas. Por outro lado, com “cada vez menos moinhos no país”, o que poderia fazer com que a safra estrangeira viesse para o Brasil. 

“Se a qualidade e a quantidade da colheita forem boas, como parece (porque não há muitas chuvas nem intempéries previstas nos próximos 30 dias) é possível que o Uruguai possa realmente tomar o lugar do Paraguai, já que este país sofreu muito com danos climáticos, como temos mostrado em nossos relatórios”, conclui.

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink