USDA: até 2021, produção avícola brasileira cresce 2,38% ao ano
CI
Agronegócio

USDA: até 2021, produção avícola brasileira cresce 2,38% ao ano

Em 2021 serão produzidas no continente mais de 20 mi de t
Por:
Em trabalho no qual avalia o desempenho recente e as tendências da avicultura de corte na América do Sul, o Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) estima que em 2021 estarão sendo produzidas no continente mais de 20 milhões de toneladas das carnes de frango e de peru (frango: cerca de 97% do total), volume 28% maior que o estimado para 2010 (15,781 milhões de toneladas).


Nesse total, a participação brasileira será de pouco mais de 76%, o que corresponde a um aumento de 0,76 ponto percentual sobre o índice de participação de 2010. A participação da Argentina também aumentará aproximadamente nos mesmos níveis (cerca de 1 ponto percentual). Mas enquanto esse índice se traduz por um aumento acumulado de 41,7% na produção da Argentina (de 2010 para 2021), na produção do Brasil representa aumento de 29,6%.


Isso, em outras palavras, significa expansão média de 3,22% ao ano para a produção argentina e de não mais que 2,38% ao ano para a produção brasileira.

Coincidentemente ou não, é (ainda que aproximadamente) o mesmo nível apontado pelo Presidente da UBABEF, Francisco Turra, para 2012: “em função da crise internacional, um crescimento moderado, em torno de 2%, tanto na produção como na exportação”.




Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o site para tornar sua experiência personalizada. Leia os nossos Termos de Uso e a Privacidade.