USDA: Estoques mundiais de milho sofrem nova redução

Agronegócio

USDA: Estoques mundiais de milho sofrem nova redução

As tendências sinalizam bons preços para o grão
Por:
2347 acessos
Enquanto por aqui a Conab, em sua mais recente previsão, aponta (comparativamente à previsão anterior) acréscimo de produção na safra brasileira de milho, nos EUA o Departamento de Agricultura (USDA) sugere novas quedas na produção e nos estoques mundiais do produto.


A mais recente projeção do USDA também foi divulgada no dia 9, e começa apontando, para 2011, mais uma queda nos estoques iniciais, tanto em relação a 2010, quanto à previsão feita em janeiro.

A produção pode ficar ligeiramente acima do ano passado, mas o volume previsto sofreu redução na nova projeção, enquanto, opostamente, está sendo estimado aumento no consumo – modesto em relação à previsão de janeiro, mas significativo em relação ao estimado para 2010.


Em consequência, os estoques finais de milho, que no ano passado já foram menores que os de 2009, tendem a ficar resumidos, neste ano, a pouco mais de 120 milhões de toneladas, recuando cerca de 15% em um ano.

As tendências sinalizam bons preços para o grão e, naturalmente, dificuldades para a produção animal. No mundo inteiro.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink