USDA diminui estoques de milho brasileiro

REVISÃO

USDA diminui estoques de milho brasileiro

A produção de milho norte-americana também deve permanecer igual ao que foi estipulado no mês passado
Por: -Leonardo Gottems
471 acessos

O relatório de oferta e demanda, divulgado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) nesta terça-feira (11.12) diminuiu as projeções para os estoques finais de milho do Brasil para a próxima safra. No entanto, as expectativas de produção e também de exportação permaneceram inalteradas. 

De acordo com o relatório, a análise feita no mês de novembro indicava que os estoques finais de milho fechariam em um total de 10,52 milhões de toneladas, mas acabaram caindo para 9,02 milhões de toneladas no relatório de dezembro. Além disso, os dados mostraram também que a produção do cereal deve permanecer em 94,5 milhões de toneladas e a exportação em 29 milhões de toneladas. 

Nesse cenário, a produção de milho norte-americana também deve permanecer igual ao que foi estipulado no mês passado, fechando a safra com um total de 371, 52 milhões de toneladas, assim como as exportações que provavelmente fecharão em 62,63 milhões de toneladas. No entanto, as projeções para os estoques finais de milho estadunidense subiram de 44, 1 milhões para 45,24 milhões de toneladas. 

Na Argentina foram as exportações que registraram alta, passando de 28 milhões de toneladas em novembro para 29 milhões neste mês de dezembro. Além disso, os níveis de produção devem continuar em 45,2 milhões de toneladas, a exemplo dos estoques finais, que também não sofreram alterações, fechando em 4,48 milhões de toneladas. 

A produção global de milho também foi registrada para cima pelo USDA, passando de 1,098 bilhão de toneladas, para 1,099 bilhão. Nesse ritmo, os estoques finais registraram alta de mais de 1 milhão de toneladas, passando de 307,51 milhões em novembro para 308, 8 milhões de toneladas em dezembro.


Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink