USDA eleva para 77,8 milhões de t safra norte-americana de soja
CI
Agronegócio

USDA eleva para 77,8 milhões de t safra norte-americana de soja

Em setembro produção prevista era de 71,6 milhões
Por:
Em setembro produção prevista era de 71,6 milhões, segundo relatório publicado nesta quinta (11)

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA, na sigla em inglês) elevou a estimativa de safra de soja 2012/13. A produção nesta temporada está projetada em 77,8 milhões de toneladas, volume acima das 71,6 milhões de toneladas previstas em setembro, indicou nesta quinta-feira (11) o relatório de oferta e demanda.

O crescimento coincide com a expectativa dos analistas de mercado que esperavam uma revisão - para mais - na safra agrícola. O país perde o posto de maior produtor global da oleaginosa sendo ultrapassado pelo Brasil, onde são esperadas 81 milhões de toneladas, confirmou o Departamento. Não houve alteração no volume entre os meses de setembro e outubro.

Cleber Noronha, analista de mercado do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), diz que o reajuste na safra norte-americana pode causar mudanças nos preços da commodity porque sinalizam uma oferta maior àquela esperada.

Mas ao mesmo tempo em que a produção cresce ela não será suficiente para suprir os estoques do país, pondera o especialista. "É um respiro momentâneo", considerou o engenheiro agrônomo do Imea.

O relatório divulgado nesta quinta-feira indica estoques finais de soja acima de 3,5 milhões de toneladas (em setembro foram projetadas 3,1 milhões de toneladas).

O país deve exportar nesta temporada 34,4 milhões de toneladas. Em setembro a estimativa do Departamento de Agricultura era que os embarques alcançassem 28,7 milhões de toneladas.

Já o Brasil, maior produtor mundial da cultura na temporada 2012/13 vai ofertar 81 milhões de toneladas e exportar 37,4 milhões de toneladas. O volume é menor frente as 39,1 milhões de toneladas de setembro.

Já os estoques finais brasileiros de soja foram projetados em 17,4 milhões de toneladas.

Argentina, terceira maior produtora de soja, deve produzir 55 milhões de toneladas e exportar 12 milhões de toneladas. O país pode registrar um estoque final em 21,5 milhões de toneladas.

Já a produção global de soja foi projetada em 264,2 milhões de toneladas, rápido crescimento sobre as 258,1 milhões de toneladas. O mundo deve exportar 96,2 milhões de toneladas.

Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink