Usina Catende poderá retomar viabilidade econômica

Agronegócio

Usina Catende poderá retomar viabilidade econômica

Foi estabelecida proposta de aquisição pela Petrobrás Bicombustível
Por: -Marianna
1212 acessos
Novo plano para garantir o funcionamento e viabilidade econômica da unidade agroindustrial foi estabelecido pelo governo de Pernambuco e a União

Propostas de aquisição do parque industrial da Usina Catende pela Petrobrás Bicombustível e medidas de apoio aos trabalhadores da unidade foram estabelecidas nesta terça-feira (26), no Palácio dos Campos das Princesas. O planejamento foi traçado durante reunião do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, com o ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho. Parlamentares, representantes dos trabalhadores e dos fornecedores de cana também participaram do encontro.


De acordo com o presidente da Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP), Alexandre Andrade, ações de curto e longo prazo já estão definidas. “A compra da Catende pela Petrobras Combustível é uma medida de longo prazo”, diz. Porém, ele já adianta que, no caso de efetivada a proposta, os problemas de sustentabilidade econômica da unidade começarão a ser resolvidos e também será muito importante para o incremento da produção de cana em Pernambuco e na Região Nordeste.

Segundo o presidente, o Nordeste importa atualmente etanol do centro-sul do país para adicionar na composição do diesel e da gasolina. “Porém, esta realidade pode mudar, pois a iniciativa governamental, que poderá fazer de Catende produtora de Etanol da Petrobras BioCombustível, terá reflexo direto na produção do álcool e consequentemente no incremento dos canaviais pernambucanos e nordestinos. A próxima etapa de viabilidade em adquirir Catende, será analisada com o presidente da Petrobras, Miguel Rossetto, juntamente com representantes do Estado e da Presidência da República.


Cerca de 1500 trabalhadores também serão beneficiados diretamente com a medida governamental. “De imediato, todos os funcionários da usina receberão uma cesta básica e serão cadastrados no Programa Chapéu de Palha ou ProJovem Rural”, conta. Ele acrescenta que o Governador ainda se comprometeu da maioria dos funcionários da Usina participar dos trabalhos da construção das casas da Operação Reconstrução. "Um grupo de deputados estaduais, coordenado pelo deputado Aluizio Lessa (PSB), criado na Assembleia Legislativa, também estão responsáveis por acompanhar e viabilizar essas ações traçadas, bem como propor novas iniciativas", diz.

Entretanto, para Andrade, as ações devem sempre objetivar o funcionamento viável e sustentável da unidade agroindustrial. “Durante a reunião, sugeri um choque de gestão no atual modelo da administração da usina”, diz, afirmando que o cooperativismo é a melhor saída para Catende e para qualquer agricultor. “A cooperativa Pindorama, gerenciada por pequenos produtores de cana de Alagoas, é prova disso”, afirma. Pindorama é a maior cooperativa agroindustrial do Nordeste, e gera atualmente, cerca de 1800 empregos no campo e 300 na indústria usina.


As informações são da assessoria de imprensa da Associação dos Fornecedores de Cana de Pernambuco (AFCP).

Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink