Usina Pindorama investe no plantio consorciado
CME MILHO (DEZ/20) US$ 4,046 (0,55%)
| Dólar (compra) R$ 5,60 (-0,69%)


Agronegócio

Usina Pindorama investe no plantio consorciado

E como estratégia de produção as primeiras toneladas de cana-de-açúcar estão sendo colhidas cruas
Por: -Silvano
1292 acessos
Os trabalhos na Usina Pindorama estão a todo vapor, desde o dia 03 de setembro. E como estratégia de produção as primeiras toneladas de cana-de-açúcar estão sendo colhidas cruas. O argumento da gerencia agrícola da unidade é que a cana crua proporciona uma melhor fermentação para a produção de álcool. Mas o que chama a atenção nesse cultivo é a divisão de espaço da cana-de-açúcar com outras culturas. Em algumas áreas os produtores optaram por plantar a cana e o coco no mesmo espaço.

A iniciativa agrega valor à área de cultivo gerando renda extra e duas safras distintas. O técnico agrícola da Usina Pindorama, Adeilton Lourenço, explicou que a prática acontece a muitos anos nas áreas da Cooperativa Pindorama e que o plantio consorciado da cana ocorre ainda com maracujá, abacaxi, macaxeira, milho e outras culturas. No caso do plantio do coco a preocupação dos colonos é com as queimadas.

“Alguns colonos preferem não misturar as culturas porque o coco, por exemplo, não aguenta queimadas. Por isso que a área de plantio consorciado é sempre de inicio de safra, período no qual colhemos manualmente as primeiras mil toneladas de cana crua. Caso a safra de coco seja queimada, por acidente, para estabilizar o plantio precisaríamos de aproximadamente dois anos, porque não há cicatrização, isso representaria um prejuízo grande”, informou o técnico.

De acordo com Adeilton, o segredo para uma boa safra das duas culturas está nos tratos culturais. Ele garante que com a adubação correta as plantas não competem entre si. “Para evitar que o coco vá buscar água na cana-de-açúcar é recomendado que cada cultura tenha uma distancia de mais ou menos dois metros entre elas e que os tratos culturais sejam cumpridos a risca”, recomendou.

Na Cooperativa Pindorama cerca de 100 hectares é destinado para o plantio consorciado e 90% da cana-de-açúcar desta área já foi colhida. Este ano, a Usina Pindorama espera esmagar 900 mil toneladas de cana-de-açucar apresentando um crescimento de 25% em relação ao ciclo passado. A expectativa é positiva porque a unidade investiu em irrigação e adubação de toda a área produtiva da cooperativa.

As informações são da assessoria de imprensa da Usina Pindorama.

Anúncios que podem lhe interessar


Atenção: Para comentar nesta página é necessário realizar o seu cadastro gratuíto ou entrar.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink