Agronegócio

Usinas de Pernambuco elevam aposta em açúcar refinado

O prêmio pago para este tipo de produto tem se mostrado atraente nos últimos meses no mercado internacional
Por: -Mônica Scaramuzzo
2 acessos
As usinas de Pernambuco estão elevando suas apostas nas exportações de açúcar branco (ou refinado), uma vez que o prêmio pago para este tipo de produto tem se mostrado atraente nos últimos meses no mercado internacional. Analistas consultados pelo Valor informam que o prêmio para o açúcar branco - diferença de preço em relação ao demerara - gira atualmente em torno de US$ 70 a US$ 80 por tonelada.


A expectativa é que as exportações de açúcar de Pernambuco alcancem cerca de 750 mil toneladas nesta safra 2006/07. Desse total, quase metade (350 mil toneladas) será de açúcar branco, segundo Renato Cunha, presidente do Sindicato das Indústrias de Açúcar e Álcool do Estado (Sindaçúcar/PE). "As usinas de Pernambuco registram perdas agrícolas em relação ao centro-sul [por conta da topografia acidentada da região]. Os preços maiores do açúcar branco no mercado internacional ajudam a compensar essas perdas", afirma Cunha.
Atenção: Para comentar esse conteúdo é necessário ser cadastrado, faça seu cadastro gratuíto.
  • Clicar no botão Entrar caso já possua cadastro no Agrolink
  • Se não tiver cadastro ainda em nosso site Cadastre-se gratuitamente e terá acesso a conteúdos exclusivos
  • Clique aqui todas as vantagens de fazer seu cadastro no Agrolink